Candidíase Tratamento e Cura

O que é Candidíase e Como a Candida Albicans Age no Organismo?

O que é Candidíase e Como a Candida Albicans Age no Organismo?

 

 

Para entendermos bem o que é candidíase, antes precisamos compreender um pouco a nossa natureza biológica, a fim de sabermos mais dessa infecção por fungos e por que ela ocorre.

 

O bem sabemos corpo humano é um sistema composto por inúmeros microrganismos conhecidos como microbiota humana, que junto ao nosso organismo compõem um ecossistema único.

 

Em uma situação normal os microrganismos e o corpo humano se beneficiam dessa relação que é chamada de “mutualismo”, através de uma troca justa e harmoniosa, exercendo papel fundamental nos órgãos que habitam. É dessa forma que fomos ensinados na escola, lembra-se?

 

A microbiota(também conhecida como flora ou flora microbiana) está presente internamente e externamente ao corpo, tanto na pele quanto no intestino, vagina, mucosa nasal, na boca, vias aéreas, olhos e estômago mas 70% da atividade deles está no trato gastrointestinal.

 

Eles tem papel primordial no correto funcionamento de todo o organismo e inclusive de nos livrar de doenças. São auxiliares na digestão, combate a agentes patogênicos no corpo, estimulam renovação celular, funcionamento da imunidade, sintetização de vitaminas entre inúmeros outros.

 

Estima-se que a população de flora microbiana existente em nosso corpo seja 10 vezes maior que o número de células que temos. Parece exagero, mas não é, cerca de 50 a 70% do peso de nossas fezes são microrganismos e 90% da composição celular do intestino humano são só de bactérias.

 

Elas assim como o homem tem seu próprio código genético, que se modifica conforme interagem com o meio que vivem. Estima-se que abrigamos mais de 100 genes microbianos do que humanos, em outras palavras, somos espantosamente 90% micróbios e 10% humanos.

 

Você deve estranhar o que isso tem a ver com a pergunta sobre o que é candidíase mas, vamos com calma, quero te dizer TUDO.

 

 

A Candida Albicans

 

Para compreendermos o que é candidíase, é importante também sabermos que a candida albicans é um fungo dimórfico podendo existir em duas formas celulares. A de leveduras – seu formato padrão, ou em formato de hifas e pseudo-hifas – em maior número quando evolui para uma forma patogênica.

 

A candida albicans junto a candida parapsilosis e candida glabrata são as principais formas dessa colônia existentes no corpo humano, mas a primeira é mais presente, tendo funções principalmente de comer partículas mortas e auxiliar na digestão.

 

Esse fungo convive numerosamente no intestino, além de estar em qualquer meio ácido e mucoso do corpo como vagina, garganta e boca, mas pode estar também presente na pele em menor número.

 

Ela está em 80% da população sem representar nenhuma ameaça a saúde, afinal, a candida é um desses microrganismos que comentei mais acima. Ela se beneficia mutuamente com o homem se alimentar de açúcar e carboidratos em troca de auxílio na absorção de certas enzimas.

 

Todos os fungos presentes no corpo estão de alguma forma vivendo por uma única motivação, prosperar em busca de espaço, assim como qualquer outro grupo vivo que conhecemos no planeta.

 

Muitas pessoas do campo da saúde estimam que de 80-90% da população moderna estejam com uma superpopulação de fungos em crescimento no corpo por inúmeras razões.

 

A principal razão para uma superpopulação é por causa da alimentação e quantidade de toxinas no corpo(principalmente o mercúrio) que faz as colônias benignas de fungos se modificarem e multiplicarem-se a fim de atacar essas toxinas acumuladas em nós.

 

Em todo o processo colaborativo no organismo a candida produz 79 toxinas diferentes no corpo, entre elas a micotoxina(mico significa fúngico; toxina significa veneno). Todas essas são consumidas por outras colônias de fungos também nativos no organismo, quando ele está com a flora microbiana equilibrada.

 

 

O Que é Candidíase e Como a Infecção se Inicia

 

Acredito que é buscando nos detalhes do agente da doença, sua natureza, forças e fraquezas que conseguimos entender mais profundamente o problema, e o mais importante, as possíveis soluções.

 

Mas então, o que é a candidíase a final?

 

É uma infecção pelo fungo da candida albicans como você já percebeu, mas ela não ocorre somente por motivação isolada do fungo e sim por um problema sistêmico. Como você percebeu, a candida não está sozinha, ela faz parte de um ecossistema inteiro de microrganismos como comentei.

 

Quando esse ecossistema de flora microbiana está equilibrado, certos microrganismos produzem toxinas ou enzimas que serão sintetizadas por outros organismos, elas terão funções vitais em outros órgãos ou suprirão as próprias células do corpo. Um verdadeiro ciclo de vida em nosso organismo se manifesta de forma equilibrada.

 

A candida albicans é um fungo oportunista que pode se aproveitar de uma desordem da flora intestinal para se promover como o fungo dominante do intestino. Basta uma desordem em todo esse ciclo interno para os níveis de toxinas, enzimas e acidez do sangue se modificarem, criando um ambiente propício para algumas colônias tomarem espaço de outras.

 

Com um simples desarranjo intestinal acompanhado de uma baixa imunidade por inúmeras razões a candida pode passar por uma modificação do codigo genético, exatamente como expliquei anteriormente, e se manifestar em hifas ou pseudo-hifas, a forma patogênica causadora da candidíase.

 

Sem a resistência de outros fungos, em um ambiente desequilibrado e com suprimentos em excesso para se desenvolver, ela pode crescer sem controle e passar para o trato urinário, oral e inclusive para a corrente sanguínea.

 

É interessante compreendermos que muitas pessoas têm o problema sem saber o que é candidíase e se curam também sem saber, tudo depende do equilíbrio da flora microbiana.

 

 

Como a Candidíase se Comporta no Organismo

 

Alem de entendermos bem o que é candidíase, devemos saber que ela pode se manifestar rapidamente no organismo de uma pessoa desatenta e sem nenhum tratamento.

 

Na candidíase vaginal, há um caso singular, pois a candida albicans é nativa também da flora vaginal, um meio bem propício  infecção, principalmente caso o PH vaginal passe de 4,5. Essa é a manifestação mais comum do fungo no corpo humano, ocorrendo nas mulheres.

 

O maior subproduto da atividade do crescimento descontrolado do fungo é uma substância chamada acetaldeído(a mesma responsável pelos efeitos do álcool), uma neurotoxina que geralmente é dividida em ácido acético pelo fígado.

 

O problema é quando esse processo de metabolismo no fígado não acontece na velocidade em que a neurotoxina é produzido pelo fungo, podendo causar diversos sintomas iguais a ressaca por álcool como fadiga e dores de cabeça.

 

A candida albicans é um microrganismo realmente único, além de sorrateira e muita vezes oportunista, é capaz de se camuflar escondida do sistema imunológico, vivendo de duas formas diferentes no organismo.

 

A primeira forma é de levedura, vivendo em meio ácido, a outra é fúngica, vivendo em ambiente de PH neutro ou alcalino. Quando as condições do intestino mudam, a candida é capaz de se modificar entre essas duas formas, vivendo nessas alterações dramáticas de ambiente.

 

Na verdade ela pode modificar sua forma em qualquer momento, pois liberar metabólitos como a amônia e elevar o PH em seu entorno, dessa forma se modifica de levedura para forma fúngica.

 

Além dessa habilidade a candida albicans é capaz de se ocultar do sistema imunematológico dentro de um biofilme, uma matriz celular que protege a colônia do fungo de ambientes hostis. A candida então cria esse biofilme no intestino humano e se desenvolve dentro dela.

 

Por Quais Motivos Pode Ocorrer a Candidíase

 

Até aqui, enquanto falávamos sobre o que é candidíase, comentei algumas de suas causas como, a baixa imunidade por exemplo, mas esse evento não é o principal motivador, existem outros elementos por trás disso.

 

Nosso corpo é cheio de vida como vimos, é também cheio de mudanças, comportamentos e fraquezas que também podem manifestar a candidíase.

 

Vejamos então quais os principais motivos da manifestação da candidíase:

 

  • Durante a gravides ou amamentaçãoÉ comum a mulher ter mudanças muito bruscas no corpo durante a gestação ou amamentação. Essas mudanças internas e hormonais estimulam mudanças na flora incluindo a candida albicans.

 

  • Diabetes descontrolada ou não diagnosticadaA candida albicans se alimenta principalmente de açucares e carboidratos, por isso vê terreno fértil no corpo de diabéticos, se alimentando da glicose acumulada nas paredes das células e das mucosas.

 

  • Uso de anticoncepcionaisA mudança hormonal que ocorre pelo aumento no nível de estrogênio podem desequilibrar o PH vaginal favorecendo a candida albicans.

 

  • Uso abusivo ou prolongado de antibióticosO uso de antibióticos são necessários algumas vezes, mas ao serem usados, além de destruírem bactérias patogênicas, são capazes de eliminar a flora microbiótica com todas as bactérias benéficas também, causando uma desordem da qual a candida albicans pode se aproveitar.

 

  • Pessoas com imunodeficiênciaComo sabemos, um sistema imunológico muito fraco está dando abertura para a candidíase ocorrer. Pessoas que usam drogas, bebidas alcoólicas, tem anemia, HIV ou sofrem quimioterapia por causa do câncer são as principais vítimas.

 

  • Conviver sob stressA mente humana é poderosa, ela pode modificar nosso estado interno por qualquer sentimento muito profundo, alterar a produção de serotonina e outros hormônios que tem potencial de modificar todo o nosso organismo. As mulheres com TPM podem ser grandes vítimas dessas mudanças bruscas.

 

 

Recomendação:

 

Quando as pessoas buscam o que é candidíase encontram o problema, conhecem tudo sobre o fungo mas não se dedicam a tratar da forma correta.

 

A candidíase recorrente não é um problema simples de resolver com remédios, ao menos que você adote uma alimentação direcionada no combate à candida albicans. É essa a minha recomendação para você, se dedicar a um programa alimentar para resolver essa infecção no seu ponto fraco.

Existem 2 exemplares de tratamento por alimentação direcionada para candidíase, ambos funcionam perfeitamente bem. Um deles foi o que usei para me curar, mas não direi qual para que você não se influencie, pois acredito que o paciente deve se identificar com o método que vai adotar por conta própria.

 

 

O método Vencendo a Candidíase é um programa alimentar criado por uma infectologista e nutricionista que estudou a candida albicans a fundo, um método já consagrado e realmente de qualidade.

 

 

 

 

 

 

Clique aqui e visite o site oficial do produto para saber mais.

 

 

 

Outra alternativa é o programa Viver Sem Candidíase, um método de alimentação direcionada que funciona como um guia passo a passo para o paciente. Ele envolve a desintoxicação do organismo, alimentação para diminuir as colonias de candida albicans e introdução de boas bactérias combativas da infecção.

 

 

Clique aqui e saiba mais sobre o produto no site oficial com todos os bônus.

Deixe seu Comentário