Há tempos a candidíase feminina vem sendo um problema muito relatado pela medicina. Principalmente a busca do alívio imediato da candidíase vaginal e seus sintomas, a principal queixa das mulheres ate os dias de hoje.

Antigamente não se conhecia muito sobre como a candidíase age no organismo, mas a medicina já notava essa infecção vaginal com índices semelhantes ao que ocorre na população atual.

“As estatísticas garantem que 75% de todas as mulheres já tiveram ou terão alguma experiência de candidíase na vagina algum momento da vida. Uma constante que parece estar presente em toda a história.”

Contudo, podemos imaginar as tentativas e erros já cometidos pelos nossos antepassados pela falta de conhecimento sobre essa infecção. E algum tempo atrás, estudá-la era luxo para poucos, que o faziam de forma rústica e muitas vezes precária.

Foi também assim, por tentativas e erros, que um dia a cultura botânica foi conquistada pelos indígenas. E essa sabedoria foi passada a diante, nos fazendo ver na natureza a solução para eventos decorrentes dela própria.

Tudo o que era descoberto se iniciava pelo simples ato de provar da natureza cada erva, raiz e planta, até que se descobrissem os efeitos naturais de cada uma delas.

Em meio a tentativas e erros, algumas experiencias se mostravam boas e outras viravam mitos. Mas o que prevaleceu até hoje, foram as receitas naturais que davam verdadeiramente certo.

Nos tempos atuais, podemos contemplar essas receitas já tão provadas para aliviar a candidíase feminina. São aquelas transmitidas pelos nossos avós, antepassados e que foram compartilhadas e passadas a diante.

Elas não existem até hoje por um acaso, e por isso veremos nesse artigo alguns remédios caseiros para a candidíase vaginal e porque eles funcionam.

Leia também → 15 Fatos Da Candidíase Vaginal que Toda a Mulher Deve Saber

 

Como Funciona Um Remédio Caseiro Para Candidíase Vaginal?

mulher sentada sobre remédios caseirosExiste certa resistência de muitas pessoas ao se utilizarem de medicamentos caseiros para resolver algum problema intimo. Muitos parecem estranhos, mas na verdade, podem combinar especialmente bem com o corpo humano.

O mel utilizado pelos Egípcios como cicatrizante natural foi um exemplo. Para eles, o mel tinha propriedades mágicas, mas descobrimos hoje que a mágica se chama peróxido de hidrogênio.

Hoje essa substancia está contida em inúmeras pomadas farmacêuticas. E até mesmo a pomada caseira para candidíase genital leva esse composto em sua receita.

Métodos naturais são utilizados também por outros animais, e parece que instintivamente. É isso o que os gatos fazem ao comerem certas plantas para desobstruírem o intestino pelo acumulo de pelos.

E até mesmo contra fungos existem ervas, e uma delas rende inclusive um ótimo chá para candidíase. E essa é outra história antiga que revela o grande poder que temos na natureza quando a observamos pelo microscópio.

Pelo o que parece, para saber o que é bom para candidíase feminina, certamente é lá o melhor lugar para buscar!

“Talvez nossos antepassados não soubessem muito bem a função dessas drogas naturais ou porque funcionavam. Parece até que os espalhavam como folclore, até que futuramente tudo pudesse ser revelado por nós.”

Sabemos que aquelas receitas não eram mágicas, na verdade cada ingrediente tinha uma “mágica própria”. É dessa forma que os remédios caseiros para a candidíase feminina funcionam, pois eles também contem insumos combativos aos fungos.

E acredite, algumas dessas receitas podem diminuir significativamente os sintomas e trazer alívio imediato da candidíase vaginal. Mas indo além, pois podem ser o tratamento derradeiro para toda a infecção da Candida.

Leia também → 6 Eficientes Remédios Caseiros para Candidíase que Funcionam

 

As Receitas de Alivio Imediato da Candidíase Vaginal

Muitas das receitas naturais ensinadas aqui são culturalmente bem famosas, o que as torna ainda mais valiosas. E o efeito mais imediato delas é aliviar os sintomas enquanto coloca o tecido da mucosa genital em tratamento.

“Talvez você tenha nos visitado buscando algum alívio imediato com certa urgência, e para isso, nada melhor do que uma ducha com água fresca. Mas é importante que não faça a ducha intra vaginal, nunca!”

A parte de dentro da vagina com infecção está com a microflora desequilibrada e fazer a ducha nessa condição pode piorar tudo ainda mais. Pois assim, alguns microrganismos combativos à Candida podem simplesmente sumirem.

A candidíase é incomoda e inoportuna para qualquer mulher, mas não é o único tipo de vaginite possível. Por isso, antes de qualquer tratamento caseiro para candidíase feminina, é importante um diagnóstico correto da infecção.

E uma vez que tenha certeza de estar com infecção fúngica, é hora de tomar algumas medidas que serão mostradas a seguir.

Separamos 3 métodos naturais para tratar a candidíase vaginal. Eles estão entre os mais famosos e contem uma breve explicação do porque de funcionarem tão bem, vamos lá então.

Leia também → Sintomas da Candidíase e Diagnóstico – Como Saber Se Estou Infectada?

1. Iogurte Vivo

candidiase feminina e o alivio imediato para candidíase vaginal

O Iogurte Natural, com rotulo mostrando conter lactobacilos vivos, sem açúcar e nem sabor é o que contem bactérias boas, conhecidas também como probióticos.

Os probióticos tem um efeito imediato no controle da flora vaginal, retardando o crescimento dos fungos da Candida.

Essas bactérias são os lactobacilos acidófilos, elas tem função de aumentar a imunidade, tratar a infecção causada por outros fungos e bactérias, além de produzirem uma enzima chamada lactase, transformando a lactose em açúcar simples.

O iogurte vivo, sem dúvidas é um dos métodos mais registrados no tratamento de candidíase feminina, tamanha sua eficiência.

Em estudos comparativos com a famosa pomada clotrimazol, foi demonstrado que eles tem efeitos muito similares, mas os de alivio dos sintomas da candidíase feminina foram superiores no uso do iogurte.

Como Usar:

  • Com as mãos limpas ou com ajuda de um cotonete, introduza o iogurte em toda a parede vaginal com delicadeza.
  • Crie um tampão ou use um absorvente e passe o iogurte na parte que terá contato vaginal, depois tampe a região da vagina.
  • Mantenha o iogurte intravaginal e o tampão durante 2 horas por dia, não mais do que isso.
  • Apos isso, limpe a vagina com água morna e abundantemente, depois seque bem e use calcinhas de algodão de preferencia para manter a região mais arejada.
  • Repita esse processo 2 vezes por dia durante 7 dias. Esse é o tempo suficiente para ter um bom resultado final.
  • Inclua também o iogurte na sua dieta alimentar, ele será de grande ajuda inclusive na mudança do PH do líquido vaginal e assim inibir a Candida de crescer.

Obs: Esse tratamento não é recomendado para mulheres grávidas sem permissão médica.

2. Óleo de Côco

candidiase feminina e o alivio imediato para candidíase vaginal

O Óleo de Côco, por mais curioso que pareça, é capaz de atingir a Candida em seu núcleo celular, dando como resposta um alívio imediato da candidíase vaginal.

Contendo o ácido láurico, cáprico e caprílico, o óleo de côco tem propriedade antiviral, antifúngica e antimicrobiana. É também conhecido pelo tratamento de pele entre outros benefícios para o sistema imunematológico.

“O acido caprílico é um agente capaz de quebrar a membrana celular da levedura da Candida. Isso se resume em destruir os escudos de proteção da colonias que estão nas paredes do tecido vaginal.”

Um estudo publicado pela Journal of Medical Food em 2007, demonstra que o óleo de coco é capaz de destruir cerca de 52 espécies diferentes de fungos da família Candida.

Como usar:

  • Aplicar topicamente com ajuda de um cotonete ou com as mãos limpas o óleo de côco na região da parede intravaginal com delicadeza. Repita isso ao menos 3 vezes por dia.
  • Adicione de 3 a 4 colheres de sopa de óleo de coco em 6 copos de água e enxágue abundantemente a vagina com essa solução todo o dia após o banho.
  • Como complemento, adicione à sua dieta alimentar de 2 a 3 colheres de sopa de óleo de côco diariamente.
  • Esse tratamento pode ser feito de forma livre pelo tempo que for necessário ate surtirem os resultados.

Obs.: Tenha certeza de comprar o óleo puro e orgânico de côco para fazer esse tipo de tratamento.

3. Vinagre de Maça

candidiase feminina e o alivio imediato para candidíase vaginal

O Vinagre de Maça tem propriedades que auxiliam no tratamento de pele para remover manchas e rugas e também para os cabelos, além de ser um antifúngico natural utilizado pelos antigos.

Muito útil para o alívio imediato da candidíase vaginal, o vinagre de maça também tem papel eficaz na regulação do PH vaginal, e segundo estudos de 2018, ela inibe o crescimento das leveduras da Candida no tecido vaginal.

“Isso ocorre pois o vinagre de maça contem o acido málico, um antiviral, antibactericida e antifúngico capaz de limpar as bactérias patogênicas, assim como as toxinas produzidas por elas.”

Como usar:

  • Aqueça quantidade suficiente para 2 copos de água e adicione em cada um deles 3 colheres de sopa de vinagre de maça e misture.
  • Apos esfriar um pouco, enxágue bem a região vaginal com essa solução, por 2 vezes ao dia.
  • Crie uma solução com ½ de água e ½ de vinagre de maça, misture e embebede uma gaze enrolada ou absorvente interno e introduza na vagina por 15 minutos por 1 vez ao dia apenas.
  • Opcionalmente, prepare uma banheira com água quente e 2 copos de vinagre de maça. Mantenha-se nessa água por 15 minutos com joelhos juntos ao corpo, permitindo a água entrar na região interna da vagina.
  • Acrescente também 2 colheres de sopa de vinagre de maça em um copo de água quente e o tome duas vezes ao dia. Ou consuma essa dosagem de outra forma na alimentação do dia.
  • Esse tratamento necessita de 5 dias apenas, é o tempo necessário para equilibrar a flora vaginal.

Obs: Desde a primeira aplicação o vinagre de maça pode dar alívio imediato da candidíase feminina, mas não mantenha o absorvente ou gaze mais de 15 minutos, lembre-se que vinagre é ácido.

 

Assista este vídeo e siga também algumas dessas dicas essenciais:

 

Conclusão

A medicina moderna busca nos produtos dentro da industria muitas das substancias encontradas na natureza. Mas quando consumidas in natura, elas podem surtir efeito superiores do que nos produtos farmacêuticos, principalmente sem as mesmas contraindicações.

Isso ocorre por terem combinação direta com nosso DNA, pois eles já compõem o genoma humano. Mas muitas vezes são manipulados em laboratório para terem efeitos mais profundos em nossos organismos e nos problemas de saúde.

Muitas pessoas nos últimos tempos vem recorrendo a alternativas naturais para curar a candidíase. Principalmente quando ela se torna uma infecção recorrente por ter se imunizado aos produtos farmacêuticos.

Esse problema torna-se mais evidente caso você tenha ocorrência da candidíase vaginal mais de 4 vezes em um mesmo ano. E algumas explicações da medicina já esclarecem porque isso ocorre.

Caso esse seja o seu caso, os medicamentos recomendados nas receitas desse artigo podem não surtir o efeito de cura. Independente de serem eficientes para o alivio dos sintomas da candidíase na vagina.

E nesses casos, talvez um plano alimentar seja a forma mais combativa de modificar o organismo e curar a infecção recorrente de verdade.

Alguns links que foram apontados aqui nessa leitura também apresentam conhecimentos atualizados e outras formas alternativas da medicina natural no combate a candidíase.

Espero que tenha gostado, compartilhe e comente conosco a sua experiencia. Isso pode fazer muita diferenças para outras mulheres que também querem se ver aliviadas da candidíase.