O Plano de Ação Para o Tratamento Caseiro da Candidíase Feminina (Criação)

Os 5 Passos Para O Tratamento Caseiro Da Candidíase Feminina

Um tratamento caseiro da candidíase deve se valer de pontos fortes do corpo e pontos fracos do fungo. E pela alimentação, podemos realizar isso tudo de uma só vez, fazendo a cura tornar-se apenas uma questão de tempo.

Matar a Candida de fome é uma estratégia dura contra a persistência das infecções pelo corpo. Mas isso não significa que o processo para “digerir” o fungo no seu organismo deva ser duro para você também.

Tratar-se com comida é o melhor remédio para candidíase pois ela é compensadora para a saúde ao recuperar rapidamente a nossa imunidade e sensação de bem estar. Além de combinar com as necessidades vitais do nosso corpo e poder trazer inúmeros outros benefícios de saúde.

No momento quando a candidíase persiste no corpo, há um sinal de que os remédios sintéticos testados já se mostraram ineficazes. Enquanto isso, o resgate dos métodos naturais ganham fama por poderem contornar até mesmo os problemas mais complicados.

Para nós amantes da natureza, é através dela própria que desejamos ter a solução para os problemas naturais do corpo. E como veremos adiante, essas manifestações de fungos nas mulheres nunca acontecem por acaso.

Nesse artigo nós traçamos os 5 passos mais importantes do tratamento caseiro da candidíase baseado na medicina natural e holística.

Através deles, você conhecerá como pomadas ou comprimidos antifúngicos sintéticos podem ser facilmente substituídos por medidas naturais. Conhecerá ainda ingredientes encontrados na sua casa e que podem ser consumidos pela sua mais simples alimentação diária.

Índice do Conteúdo

tratamento da candidiase
tratamento para candidiase

Como é A Infecção Da Candidíase Feminina?

Tratamento Caseiro da Candidíase Feminina

A candidíase significa que os fungos do gênero Candida cresceram em taxas acima do tolerável para o corpo. Ela não é grave na maioria das mulheres, mas quando suas colonias amadurecem no corpo, podem tornarem-se resistentes.

Também conhecida pelo sinônimo monilíase, essa doença pode afetar inúmeras áreas do corpo como a pele, boca, genitais e intestino. Que são as regiões úmidas, quentes ou escuras do corpo preferidas pelos fungos.

Essa é a principal das infecções vaginais por fungos, uma vez que a Candida albicans é nativa da flora vaginal. Pelo mesmo motivo, a mulher é também a principal referencia nos estudos sobre a Candida no corpo humano.

Os principais sintomas da candidíase vaginal são:

  • Vaginite – quando a infecção ocorre na parte interna da vagina.
  • Vulvovaginite – quando na parte externa da vulva.

No entanto, elas devem ser tratadas apenas como sinais que nem sempre definem a candidíase.

Semelhante a coceira vaginal ou as colorações dos corrimentos que podem representar inúmeros agentes patogênicos e infecciosos diferentes.

Os problemas vaginais mais comuns podem surgir de:

  • Bactérias como Estreptococos e Estafilococos.
  • Protozoários e Vírus como do HPV e outras DST’s.
  • Fungos da família Candida.
  • Micoses e outros problemas dermatológicos.

“A candidíase representa cerca de 40% de todas as vaginites. Um problema comum de ocorrer em 3/4 das mulheres em idade reprodutiva ao menos 1 vez na vida.”

Essas explicações tornam obrigatório que o tratamento caseiro da candidíase tenha previamente um diagnóstico médico. Pois tratar fungos como fossem bactérias, por exemplo, podem significar erros caros para a saúde feminina.

Leia também → Sintomas da Candidíase e Diagnóstico – Como Saber Se Estou Infectada?

Como A Candidíase Surge Nas Mulheres?

Tratamento Caseiro da Candidíase Feminina

Os fungos da família Candida tem a peculiaridade de serem dimórficos, ou seja, eles tem duas formas que se adaptam conforme o ambiente que vivem. Portanto, a causa da infecção vaginal está relacionada às mudanças desse ambiente.

Os fungos vivendo sobre a mucosa vaginal se mantêm em forma de leveduras em condições saudáveis. Que é simbolizada por um grau de pH mais ácido na vagina (entre 3,8 a 4,2).

Uma vez que estejam em ambiente quimicamente alterado (mais alcalino), a Candida se modifica e cresce, passando por mutação e tornando-se pseudo-hifa ou hifa – formas fúngicas agressivas capazes de penetrar o epitélio.

Essa é a causa da infecção por candidíase que sentimos na pele.

A forma como a candidíase age no organismo nem sempre a torna um problema estritamente vaginal. A infecção pode surgir de outras áreas do corpo, sobretudo do núcleo de suas colonias intestinais.

“O amadurecimento das colonias dos fungos da Candida em sua forma patogênica está ligado a alterações químicas do corpo junto a baixa defesa do organismo.”

O nosso sistema imunológico é quem determinará a facilidade que alguns vírus, fungos, bactérias e outros agentes patogênicos poderão se desenvolver ou se espalhar pelo nosso corpo.

As Principais Causas da Candidíase Feminina

Perceba que boa parte desses gatilhos para candidíase são acontecimentos triviais na vida de qualquer mulher:

  • Desequilíbrio hormonal durante o ciclo menstrual.
  • Alterações hormonais causadas por anticoncepcionais.
  • Uso inadequado de antibióticos e esteroides.
  • Negligencia alimentar e excesso de açúcar ou carboidratos.
  • Mudança de temperatura vaginal por uso prolongado de roupas apertadas ou absorventes.
  • Alterações químicas do corpo causadas por estresse ou depressão.
  • Falta de higiene íntima.
  • Excesso de higiene íntima removendo a proteção natural da pele.
  • Anemia, hepatite, hipotireoidismo, HIV e doenças imunossupressoras.
  • Oscilações hormonais da gravidez ou menopausa.
  • Alergias a sabonetes, perfumes, óleos, lubrificante ou camisinha.
  • Candidíase no intestino que passou para o canal urinário.
  • Tecido mucoso irritado por machucados, cortes e feridas mal tratadas.
  • Diabetes do tipo 1, tipo 2 ou excesso de açúcar no sangue.
  • Uso abusivo de álcool e drogas.

Por motivações genéticas, muitas mulheres são mais suscetivas e microrganismos patogênicos do que outras. E por motivos ainda pouco esclarecidos pela medicina, algumas mulheres apresentam baixa tolerância a esses fungos.

Mas uma regra é clara quanto a infecção e está em nosso sistema imunológico.

No caso das mulheres, as alterações hormonais são as maiores causadoras de brechas na saúde responsáveis por surgir a infecção.

Conheça também → 15 Fatos Da Candidíase Vaginal que Toda a Mulher Deve Saber

Quando Ocorre a Candidíase Recorrente ?

Tratamento Caseiro da Candidíase Feminina

A solução da candidíase infelizmente não é simples para todas e pode se repetir de forma amarga acompanhando uma falsa sensação de cura. Para completar, a mulher recebe pouco esclarecimento dos médicos, que se limitam a receitarem mais antifúngicos.

“Estima-se que 40% a 45% das mulheres tem mais de um episódio de candidíase na vida. No entanto, caso existam episódios repetidos da infecção ao menos 4 vezes em 1 ano, ela é considerada um caso mais complicado.”

A candidíase recorrente ocorre principalmente nas seguintes condições:

  • Pessoa com diabetes mellitus desregulada.
  • Tratamento da candidíase incompleto ou malfeito.
  • Doenças imunossupressoras ou pessoas imunossuprimidas.
  • Candidíase intestinal repopulando o canal genital.
  • Alta resistência ou imunização da Candida aos remédios.

No entanto, o mais comum ocorre quando o fungo não é eliminado por completo no primeiro tratamento e teve baixas temporárias. Dessa forma, os fungos remanescentes se imunizam aos remédios e repopulam o organismo.

O potencial das colonias maduras da Candida se camuflarem do sistema imunológico é um dos responsáveis, pois elas criam biofilmes. Essa matriz celular protege as colônias e as aperfeiçoa, modificando o próprio código DNA.

Através da mutação, os fungos tornam-se resistentes aos medicamentos que já tiveram contato. Isso pode tornar os tratamentos convencionais do tipo tópico apenas em paliativos contra a candidíase vaginal.

A medicina busca superar o problema por antifúngicos de uso prolongado de via oral. Mas além de serem tratamentos demorados, não tem apresentado eficiência, podendo ainda prejudicar microrganismos rivais aos fungos.

Isso tem obrigado as pessoas a recorrerem à medicina natural, que além de eficiente até para os caos mais graves de candidemias, se mostra mais ágil em recobrar o bem estar ao paciente.

As 5 Fases Mais Importantes Para O Tratamento Natural Da Candidíase

O objetivo de um tratamento definitivo para a candidíase é eliminar a infecção combatendo as principais colonias do fungo. Sejam elas pontuais pelo corpo ou mais profundas e ocultas no organismo.

Os tratamentos naturais para eliminar os sintomas vaginais são famosos por utilizarem receitas caseiras. Mas pelas explicações dadas aqui, você já deve ter percebido que contra a candidíase de repetição isso não é o suficiente.

Pois a matriz principal dos fungos está no núcleo do microbioma humano, que é o nosso intestino.

Esse é o local por onde devemos modificar a química do corpo para controlar o fungo e recuperar a nossa saúde completamente.

As fases do método que mostraremos agora são a base dos tratamentos naturais mais famosos utilizados nas últimas décadas contra a candidíase recorrente.

As 5 fases mais importantes são:

  1. Tratar a candidíase vaginal.
  2. Destruir as defesas da Candida.
  3. Combater os fungos patogênicos.
  4. Desintoxicar o organismo.
  5. Prevenir novas infecções.

É importante notar que as explicações trazidas aqui não são o tratamento na integra. Algo que você pode adquirir facilmente pelo programa alimentar divulgado no nosso site.

Como todo o plano bem montado, algumas ações dependem de cronograma com o momento certo para tudo acontecer.

Dessa forma, o tratamento pode demorar entre 1 até 3 meses para curar os casos mais severos da infecção. Mas essas estimativas dependem do seu ritmo e modelo alimentar adotado.

Vejamos agora quais são esses passos e como eles funcionam.

Fase 1 – Tratar a Candidíase Vaginal

Tratamento Caseiro da Candidíase Feminina

Certamente a maior vantagem de utilizar receitas de tratamentos caseiros é por elas serem antigas e já bem experimentadas. Além de usarem produtos baratos, terem menos efeitos adversos e não precisarem de receita medica.

A natureza é rica e pode nos auxiliar de muitas formas diferentes dependendo dos nossos sintomas. E como dito antes, podemos sofrer de infecções complicadas dentro da vagina e outras apenas superficiais.

Algumas vezes, apenas um alivio imediato da candidíase vaginal é necessário, então partimos para um iogurte vivo por exemplo. Em casos complicados, o tratamento caseiro com vinagre pode ser eficaz até contra os fungos mais resistentes.

O Candidíase Tratamento e Cura estuda métodos naturais a um bom tempo pesquisando históricos clínicos, estudos de laboratórios e repositórios de dados médicos e acadêmicos de muitos países diferentes.

Quando recebemos relatos públicos de cura é animador. Pois confirmarmos como essas medidas livram as mulheres desde os casos mais simples até os mais complicados da candidíase vaginal.

Com ajuda dessas pesquisas, incluímos até mesmo uma receita única de pomada caseira para candidíase que bate essas que você encontra na farmácia. Servindo até mesmo para os casos mais complicados de infecções bacterianas também.

No entanto, a busca do tratamento caseiro ideal para a candidíase vaginal passa por uma pequena pesquisa pelo nosso site. Pois existem realmente muitos remédios caseiros comprovados para você conhecer.

A maioria são medidas de uso livre e certamente você saberá identificar a melhor para o seu caso.

Sim, faça dessa forma ao analisar os banhos de assento, tampões, supositórios, cremes, enxágues ou duchas vaginais e todos os meios de tratamento que apresentamos.

Todos eles são acompanhados com um passo a passo e explicações breves do que esperar de cada um deles, com detalhes importantes para você se cuidar com a melhor segurança.

Artigo relacionado → 14 Tratamentos Para Candidíase Vaginal Com Produtos Naturais

Fase 2 – Destruir As Defesas Da Candida

COmo tratar a Candidíase feminina em casa

As pessoas que apresentam uma candidíase persistente requerem maior dedicação, seguindo alguns passos da alimentação direcionada iguais as que apresentaremos de agora em diante.

Esse segundo passo do tratamento da candidíase visa modificar provisoriamente alguns hábitos de consumo importantes. Pois eles implicam diretamente no convívio do fungo sobre a química do nosso corpo.

Você deve compreender essa química como todo o ambiente transformado no organismo quando estamos sob uma dieta especial.

Mais especificamente uma dieta anti-inflamatória utilizando antifúngicos da comida e adicionando nutrientes importante para a combatividade do nosso corpo contra a Candida.

Além disso, essa mudança de hábitos implica em esgotar as fontes de energia dos fungos, impedir insumos que eles usam para protelar no organismo e que são responsáveis por seus inúmeros fatores parasitários.

O objetivo é deixamos as colônias da Candida sem suprimentos e fazermos suas defesas naturais ruírem. Na medida em que também retiramos outros alimentos que desfavorecem o nosso sistema imunológico.

Esse modelo de tratamento cria uma sinergia do corpo contra o fungo, combinando um maior potencial do nosso organismo enquanto enfraquece as colonias maduras e mais profundas da Candida.

Vejamos algumas das mudanças mais importantes a serem feitas no cardápio.

Conheça mais → Essa Dieta Para Candidíase Curou Minha Infecção e Limpou Minha Acne

Comidas Que São Fonte de Açucares

A Candida precisa do açúcar para expandir suas colônias e construir o biofilme que as protege do sistema imunológico.

A membrana celular delas é constituída 32% de glicose, por isso cortar certos açúcares são pontos-chave do tratamento.

Isso não significa que você estará sem adoçar a sua vida de forma alguma. A natureza tem alguns substitutos de valor como a stevia, eritritol e outros açucares naturais como o xilitol que é inclusive estratégico contra os fungos.

Alimentos Que Contem Glúten

O Glúten é uma proteína de difícil digestão e atrapalha muito o nosso corpo em absorver nutrientes. Além de estressar o organismo, ela traz efeitos indesejáveis para pacientes com a candidíase intestinal por ser inflamatório.

Ele é similar a uma proteína encontrada na superfície da célula dos fungos da Candida chamada HWP1 e confunde o sistema imunológico, o que causa os sintomas de intolerância alimentar tão comuns na candidíase.

Carnes Processadas

As carnes processadas como salames, salsichas e hambúrgueres industriais são prejudiciais por serem carregados de dextrose, sulfatos, nitratos e outros açucares.

Como dito, a colonia matriz do fungo está no intestino e a partir desses alimentos que podem enfraquecer o sistema imunológico, existe uma contribuição para o desbalanço intestinal causado pela Candida também.

Produtos Com Lactose

Produtos como leite, manteiga e queijos tendem a conter muito açúcar (lactose), além de serem por vezes de difícil digestão.

Muitas pessoas com candidíase apresentam a síndrome do intestino irritado, o que pode torná-los mais sensíveis a caseína, uma proteína do leite.

Esses efeitos durante o tratamento caseiro da candidíase devem ser eliminados, pois são fatores parasíticos para as colonias da Candida.

Óleos Vegetais Refinados E Processados

Os óleos refinados como o de girassol contem grande quantidade de ácidos graxos pró inflamatórios como o ômega 6.

A substituição do plano alimentar privilegia o óleo de oliva que é mais seguro, pois contem ômega 3, um anti-inflamatório.

Esse tipo de atividade inflamatória é o que possibilita mudanças de pH intestinal. Outro fator importante para a proliferação do fungo pelo corpo.

Bebidas Alcoólicas e Fermentadas

Poucos sabem, mas consumir muito álcool pode desestabilizar o nível de açúcar no sangue por diminuir a efetividade da insulina. Além disso, o álcool prejudica o sistema imunológico e pode desencadear a síndrome do intestino irritado em paciente com candidíase.

Em resumo, a maioria dos alimentos para se evitar durante o tratamento alimentar da candidíase contém altos níveis de açúcar, são de difícil digestão ou contém glúten.

Fase 3 – Combater Os Fungos Patogênicos

Tratamento Caseiro da Candidíase Feminina

Junto a dedicação para restringir alguns alimentos, é preciso substitui-los por outros de efeito medicamentoso para o corpo. E certamente eles podem ser os melhores substitutos naturais possíveis para os comprimidos antifúngicos.

Todo o tratamento caseiro da candidíase é baseado em insumos combativos aos fungos. Mas para tudo funcionar adequadamente, são necessárias duas medidas imprescindíveis.

  1. Primeira medida – acrescentar alguns antifúngicos naturais que se aproveitarão da fragilidade das colônias durante o tratamento.
  2. Segunda medida – popular a flora natural com microrganismos benéficos e rivais aos fungos da Candida que tomarão seu espaço.

Alguns antifúngicos recomendados para isso são:

  • Vinagre de maça.
  • Coco.
  • Vegetais Crucíferos.
  • Alho.
  • Cebola.
  • Gengibre.
  • Limões e lima.
  • Canela.
  • Açafrão.

Muitas receitas para tratar a candidíase utilizam esses insumos, principalmente o Brasil. O uso do alho para candidíase é um desses destaques da nossa culinárias, que pode potencializar ainda mais a ação de outros antifúngicos.

Em meio ao processo, alguns prebióticos e probióticos vão tornar possível restituir a flora intestinal. Eles promovem bactérias benéficas e rivais à Candida, sendo capazes de vencer o fungo por competição natural.

Alguns alimentos responsáveis por isso são:

  • Chucrute.
  • Picles
  • Azeitonas.
  • Vinagre de maçã vivo.
  • Kefir.
  • Kvass.
  • Kombucha.
  • Iogurte natural com lactobacilos acidófilos.

Um livro de receitas pode auxiliar com mais alternativas possíveis de serem encontradas em qualquer feira ou supermercado.

Algumas das espécies mais estudadas por serem rivais aos fungos da Candida podem ser encontradas até mesmo em capsulas vendias na internet. Mas a recomendação é que você realmente as consuma junto a alimentação durante o tratamento caseiro.

Artigo relacionado → Chá Para Candidíase Intestinal: Como Fazer o Kombucha do Zero ao Refrigerante Caseiro

Fase 4 – Desintoxicar o Organismo

Tratamento Caseiro da Candidíase Feminina

Muitas das toxinas liberadas pelo fungo tem papel importante para a sua permanência infecciosa. Além delas estressarem o corpo, podem trazer ainda um baita estresse psicológicos para o paciente.

O acetaldeído em particular é responsável por inúmeros efeitos que afetam drasticamente o bem-estar. Comumente ele faz o paciente sentir piora da candidíase, mesmo quando está na verdade destruindo as colonias do fungo.

Essas toxinas são liberadas como subproduto da própria morte das colonias do fungo. Esse é o caso da gliotoxina, que prejudica as principais vias de desintoxicação do corpo e mata células que pertencem ao sistema imunológico.

Como a soma dessas toxinas, uma candidíase emocional pode surgir trazendo sintomas típicos de depressão.

Elas simplesmente impedem os receptores cerebrais de receberem os estímulos de recompensa e bem estar que surgiriam de qualquer recuperação de saúde.

Aqui surge um ponto em que muitas pessoas falham nos tratamentos. Pois esses efeitos tóxicos podem levar a desistência da cura, enganando o paciente com sinais falsos de piora.

Portanto é necessário livrar-se das toxinas, que podem prejudicar qualquer tratamento da candidíase.

A resposta para isso é adotar medidas como:

  • Cortar os antifúngicos.
  • Aumente a hidratação.
  • Diminuir o ritmo e descansar o máximo possível.
  • Fazer a drenagem do corpo.
  • Consumir desintoxicantes no suco Detox.
  • Aumentar a ingestão de vitamina C e outras vitaminas estratégicas.

Os sintomas causados pelas toxinas da Candida podem ser duros para o paciente. Enquanto que fazer a drenagem do corpo e se desintoxicar aceleram a cura, já que melhoram a absorção dos medicamentos.

Essa é a ultima fase do tratamento caseiro da candidíase antes de alcançar uma cura definitiva. Deve ser aonde toda a recompensa é sentida por você ter seguir o cronograma do tratamento corretamente.

Artigo relacionado → Protocolo De Apoio: Como Acabar Com a Candidíase Mais Rápido

Quais Alimentos são Uteis Para a Desintoxicação

O ideal é que o tratamento caseiro da candidíase tenha um esquema bem montado para que cada alimento entre no cardápio de forma oportuna. Assim não existe qualquer risco da alta toxicidade dos fungos prejudicarem o paciente.

Alguns desses ingredientes importantes na alimentação são:

  • Repolho.
  • Couve.
  • Aspargos.
  • Beterraba.
  • Maça.
  • Abacate.
  • Arroz Integral
  • Agrião.

Quando o tratamento é feito errado, a alta toxicidade dos fungos comprometem o paciente e seus efeitos podem durar cerca de 1 semana. O cérebro é influenciado de muitas formas, inclusive a ingerir doces ou carboidratos, as principais fontes de sustentação das colonias dos fungos.

Um nutricionista ou nutrólogo tem a tarefa de direcionar corretamente a alimentação para que esses efeitos indesejados não aconteçam. Esse também é um motivo para que a dieta não seja feita a bel prazer sem planejamento.

Lembre-se, a modificação do organismo deve ocorrer de forma saudável, no contrário, todos os resultados podem ser perdidos.

Fase 5 – Prevenir Novas Infecções

Tratamento Caseiro da Candidíase Feminina

É importante a mulher saber que seus hormônios quando oscilam podem modificar a química do corpo. Por isso é comum acontecerem episódios da infecção da candidíase na gravidez ou menopausa.

O problema maior é quando essas modificações são feitas artificialmente pelas pilulas contraceptivas, sobretudo com a concentração de estrogênio inadequada para a mulher.

O estresse é outro grande fator da vida moderna que pode alterar a química do corpo também. E vem sendo apontado pelos especialistas como um dos responsáveis pela explosões de casos da candidíase atualmente no mundo.

Infelizmente o fungo é oportunista demais e não vai aguardar você compreender suas razões antes de se manifestar pelo corpo.

O seu estilo de vida com os hábitos de consumo ou de higiene pessoal tem papel relevante em tudo isso.

É dessa forma também que outros patógenos se aproveitam da nossa saúde.

Sejam vírus, bactérias fungos ou protozoários, não importa, eles reagem ao ambiente do nosso corpo da mesma forma como nós humanos nos adaptamos pela natureza.

Algumas ações podem prevenir a candidíase de acontecer e devem estar na sua rotina. Pois podem fazem diferença quando o nosso corpo está desprotegido por algum motivo.

Leia Também → Qual o Melhor Sabonete Para Candidíase? Analise Completa

Dicas Que Podem Prevenir A Infecção Por Candidíase

Algumas pessoas são mais suscetivas a vírus, fungos e bactérias do que outras por motivações genéticas. Caso você se perceba uma delas, precisa adotar medidas de precaução ou até torná-las verdadeiros hábitos de vida.

Essas dicas podem evitar muito as chances da candidíase:

  • Seque-se bem após o banho e apare sempre os pelos pubianos.
  • Esterilize as roupas íntimas da sua última infecção com água fervente.
  • Evite sabonetes em barra pois eles são mais alcalinos.
  • Não use roupas intimas que retenham o calor do corpo.
  • Evite roupas apertadas que façam você transpira muito.
  • Não utilize absorventes por períodos maiores que 8 horas.
  • Faça intervalo da pílula contraceptiva caso tenha repetições da candidíase.
  • Corte perfumes, óleos, lubrificantes e cremes vaginais.
  • Introduza ingredientes estratégicos da dieta no seu cardápio.

O seu bem estar psicológico também conta, então acrescente doses de prazer diários na sua vida, pratique atividades físicas e simplesmente comprometa-se a sorrir mais. Pois a sua mente é uma extensão do corpo e vice versa!

Caso você leve essas dicas a sério, estará seguindo as melhores recomendações dos especialistas em candidíase.

Gostou desse artigo?

Então compartilhe ele com outras mulheres, pois o tratamento natural é a forma preferencial para combater a candidíase e muitas pessoas ainda não conhecem ele.

tratamento da candidiase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *