Em um tratamento caseiro para candidíase não é preciso mais do que conhecer as fraquezas e desvantagens desse fungo tão oportunista. Pois assim um plano de ação é bem montado e a cura da candidíase passa ser questão de tempo.

Você sabe o que fazer para acabar de vez com a candidíase?

“Matar esse fungo de fome certamente é a resposta mais dura que você pode dar a infecção. Já que a dieta para candidíase é o único tratamento natural capaz de ‘digerir’ a Candida por completo no organismo.”

Sabemos que muitos dos remédios farmacêuticos podem não combinam com todos. Além de poderem fazer as colonias do fungo amadurecerem e se imunizarem a eles quando não os eliminam de vez do organismo.

Considerando esses problemas, talvez não seja necessário convencer você que a estratégia para tratar casos de candidíase recorrente requerem um plano diferente.

E para nós amantes da natureza, é nela que muitas vezes encontramos a solução para os piores problemas da nossa natureza biológica. Que como veremos adiante, nunca acontecem por acaso.

Nesse artigo vamos nos aprofundar nesses conhecimentos analisando os passos mais importantes de um tratamento natural contra a candidíase utilizados pelo mundo.

Você aprenderá até o final dessa leitura a substituir pomadas e comprimidos antifúngicos farmacêuticos por receitas naturais encontradas na sua casa. Além de realizar ações concretas ensinando como acabar com a candidíase definitivamente.

Os fungos da família Candida tem suas peculiaridades, e iniciar agora conhecendo elas é o primeiro passo para entender porque os tratamentos naturais podem ser a melhor alternativa contra a infeção recorrente

Acompanhe!

 

O Que Significa a Candidíase Feminina?

Tratamento Caseiro da Candidíase FemininaA candidíase feminina é uma inflamação vaginal causada pelos fungos da família Candida. Também conhecida como monilíase, a infecção pode ainda ocorrer em outras partes do corpo como a pele, boca e intestino.

Os principais sintomas da candidíase vaginal são;

  • Vaginite – quando a inflamação ocorre na parte interna da vagina.
  • Vulvovaginite – quando na parte externa da vagina.

As leveduras desse fungo em ambiente saudável(quimicamente equilibrado) não causam problema a saúde, mas por motivações químicas e da baixa da imunidade, podem se tornar hifas agressivas ao tecido mucoso vaginal.

No entanto, a vaginite e vulvovaginite devem ser tratadas apenas como sintomas que nem sempre são da candidíase. Pois essa região do corpo também pode ser afetada por outros agentes patogênicos e infecciosos.

As possíveis causas das vaginoses são:

  • Bactérias como Estreptococos e Estafilococos.
  • Protozoários e Vírus como do HPV e outras DST’s.
  • Fungos da família Candida.
  • Micoses e outros problemas dermatológicos.

“A candidíase representa cerca de 40% de todas as vaginoses. Um problema muito comum que acontece com 3/4 de todas as mulheres ao menos 1 vez na vida, principalmente na idade reprodutiva entre os 20 e 40 anos.”

Essas estatísticas tornam obrigatório que o tratamento caseiro da candidíase feminina parta de um diagnóstico médico adequado, assim como é feito no tratamento convencional. Pois erros graves podem ocorrer na automedicação.

Implicar sobre os agentes errados da infecção podem piorar consideravelmente a saúde vaginal. Sobretudo quando são atacadas bactérias nativas da flora vaginal feminina que são combativas aos fungos da Candida.

Artigo relacionado → Sintomas da Candidíase e Diagnóstico – Como Saber Se Estou Infectada?

 

Por Que A Candidíase Ocorre Nas Mulheres?

Tratamento Caseiro da Candidíase Feminina

Os fungos da família Candida tem a peculiaridade de serem dimórficos, ou seja, ele tem duas formas que se adaptam conforme o ambiente que vivem. E a causa da infecção vaginal está relacionada às mudanças desses ambientes.

Os fungos vivem no corpo em locais úmidos e quentes como a mucosa vaginal e se mantêm em forma de leveduras em condições saudáveis. Que é simbolizado por um grau de PH mais ácido na vagina (entre 3,8 a 4,2).

Uma vez que estejam em ambiente quimicamente alterado (mais alcalino), as colônias de Candida ganham força e crescem, passam por mutação no DNA e tornam-se pseudo-hifas ou hifas – formas fúngicas mais agressivas capazes de penetrar o tecido celular.

Essa é a causa da infecção por candidíase que sentimos na pele. E nosso sistema imunológico determina a facilidade que alguns vírus, fungos, bactérias e outros agentes patogênicos poderão se desenvolver ou se espalhar no corpo.

“O amadurecimento das colonias dos fungos da Candida em sua forma patogênica está ligado portanto a alterações químicas e a baixa defesa do organismo.”

As Principais Causas da Candidíase Feminina

Perceba que boa parte desses gatilhos da candidíase são acontecimentos triviais na vida de qualquer mulher:

  • Desequilíbrio hormonal durante o ciclo menstrual.
  • Alterações hormonais causadas por anticoncepcionais.
  • Uso inadequado de antibióticos e esteroides.
  • Negligencia alimentar e excesso de açúcar ou carboidratos.
  • Mudança de temperatura vaginal por uso prolongado de roupas apertadas ou absorventes.
  • Modificações químicas causadas pela TPM, estresse e depressão.
  • Falta de higiene íntima.
  • Excesso de higiene íntima e duchas que removam a proteção natural da pele.
  • Durante a relação sexual com o parceiro infectado.
  • Anemia e doenças imunossupressoras.
  • Modificações hormonais típicas da gravidez.
  • Alergias a produtos de higiene, perfumes, óleos, lubrificante ou látex da camisinha.
  • Candidíase intestinal que passou para o canal urinário.
  • Tecido mucoso irritado por machucados, cortes e feridas mal tratadas.
  • Diabetes do tipo 1, tipo 2 e excesso de açúcar no sangue.
  • Uso abusivo de álcool e drogas.

Por motivações genéticas, muitas mulheres são mais suscetivas a fungos e bactérias do que outras. E baixas no sistema imunológico junto a mudanças hormonais são as maiores brechas de saúde para eles se desenvolverem.

Leia também → 15 Fatos Da Candidíase Vaginal que Toda a Mulher Deve Saber

 

Quando Ocorre a Candidíase Recorrente ?

Tratamento Caseiro da Candidíase Feminina

A solução para a candidíase infelizmente não é fácil para todos e pode se repetir de forma amarga, trazendo uma falsa sensação de cura. Diante disso, existem erros médicos e também poucos esclarecimentos por parte deles.

Para um tratamento caseiro da candidíase feminina, talvez o mais adequado seja partir da compreensão desse assunto. Pois ao mesmo tempo, ele revela porque alguns medicamentos farmacêuticos não funcionam em todos os casos.

“Estima-se que 40% a 45% das mulheres tem mais de um episódio de candidíase na vida. No entanto, caso existam episódios repetidos da infecção ao menos 4 vezes em 1 ano, ela é considerada uma candidíase recorrente.”

A candidíase de repetição ocorre principalmente nas seguintes condições:

  • Pessoa infectada com diabetes mellitus desregulada.
  • Tratamento de candidíase incompleto ou malfeito.
  • Doenças imunossupressoras ou pessoas imunodeficientes.
  • Candidíase intestinal repopulando o canal genital.

O caso mais comum, no entanto, ocorre quando o fungo não é eliminado logo no primeiro tratamento e teve baixa temporária das colônias. Dessa forma, os fungos remanescentes se imunizam aos remédios e voltam a popular o organismo.

O potencial do fungo se camuflar do sistema imunológico é um dos responsáveis pois as colônias maduras da Candida criam um biofilme. A matriz celular que protege a colônia e as aperfeiçoa modificando o próprio código DNA.

Essa mutação no DNA torna os fungos imunes aos medicamentos pelos quais já teve contato. E isso pode tornar outros tratamentos convencionais apenas paliativos para a candidíase genital.

O intestino humano é o núcleo de toda a microbiota humana. o local aonde as colonias do fungo habitam e se comunicam. Esse também é o local de ligação entre o nosso sistema imunológico e todas as defesas do organismo.

 

Os Passos Mais Importantes dos Tratamentos Naturais Para a Candidíase

O objetivo do tratamento natural para curar a candidíase está em restaurar a imunidade e alterar a química do organismo pela alimentação. Esse é o caminho capaz de tornar o corpo totalmente inóspito ao fungo patogênico.

Esses efeitos buscados são diferentes de tratamentos convencionais que combatem apenas a infecção pontual. Pois requerem o envolvimento completo do organismo trabalhando de forma sistêmica pelo processo de cura.

O tratamento caseiro da candidíase feminina também tem ações sobre os sintomas genitais, mas foca atingir as colonias mais profundas da Candida. E como dito aqui, elas estão no intestino, o núcleo do microbioma humano.

Os 5 passos que mostraremos agora estão em alguns dos melhores programas alimentares para candidíase conhecidos. E funcionam como base para o bom tratamento para candidíase recorrente.

Esses passos se dividem nas seguintes fases:

  1. Tratar a candidíase vaginal.
  2. Parar de alimentar a Candida.
  3. Eliminar os fungos e repovoar o intestino.
  4. Desintoxicar o organismo.
  5. Prevenir novas infecções.

É importante notar que as explicações dadas aqui não são o tratamento na integra, portanto, não substituem o programa alimentar completo. Mas sem dúvidas servem para os entusiastas da cura natural conhecerem melhor o modelo.

Logo no primeiro passo, além de aliviar a candidíase vaginal, as receitas caseiras podem curar a infecção por completo. E talvez essas receitas naturais sejam o único passo necessário para a maioria das mulheres.

O restante dos passos são recomendados para o tratamento da candidíase cronica e de repetição. Eles duram entre 1 a 3 meses, mas isso fica ao encargo do cronograma e fases do tratamento propostos no programa alimentar.

Vejamos agora quais são esses passos e como eles funcionam.

 

Passo 1 – Tratar a Candidíase Vaginal

Tratamento Caseiro da Candidíase Feminina

Existem muitas receitas para eliminar a candidíase na vagina de forma natural. Elas vão desde banhos de assento e tampões até supositórios, óleos e cremes vaginais.

Muitos deles são eficazes e comparáveis aos remédios farmacêuticos, podendo até mesmo trazer efeitos superiores contra certos fungos da Candida mais resistentes.

Geralmente essas receitas são menos agressivas a pele e tem menos efeitos adversos. Muitos desses remédios caseiros para candidíase já foram estudados com certa profundidade, sendo também confiáveis segundo a medicina.

Talvez a vantagem desses tratamentos caseiros para a candidíase feminina seja a não necessidade de receitas médicas. Além de não custarem o alto valor dos medicamentos farmacêuticos que oferecem efeitos tão similares.

Para o tratamento natural, uma das receitas mais famosas é a pomada caseira para candidíase vaginal feita de alho e tomilho. Ela tem amplo espectro e não serve apenas para fungos, pode ser seguramente utilizada para quaisquer outros tipos de vaginites.

A Receita da Pomada Caseira para Candidíase Vaginal

Pomada de ALho e Tomilho para candidíase

A pomada de Alho e Tomilho é conhecida por ter resultados bem próximos a pomada Clotrimazol (Gino-Canesten) no tratamento da candidíase feminina. Mas com vantagens consideráveis uma vez que o Tomilho tem propriedades anti-inflamatórias.

Nessa receita foram acrescentados ingredientes especiais contra a candidíase vaginal, principalmente para alguns fungos mais resistentes da família Candida.

Para conhecer os benefícios de todos os ingredientes dessa receita e porquê estão sendo utilizadas, leia mais sobre a pomada natural para candidíase publicado em nosso site.

Ingredientes:

  • ½ xícara de óleo de coco (não refinado).
  • ½ xícara de óleo de oliva extravirgem.
  • e ½ xícara de Tomilho desidratado.
  • 4 dentes de alho cru descascados e moídos ou 3 colheres de sopa do óleo de alho cru.
  • 4 colheres de sopa de cera de abelha limpa, ralada ou em pedaços.

Preparação:

  1. Coloque o Tomilho completamente submerso no óleo de oliva e aqueça em banho maria por 30 minutos. Use o fogo baixo e mexa um pouco a mistura de tempo em tempo, depois coe a erva.
  2. Em temperatura ambiente, coloque os dentes de alho no óleo de oliva feito com Tomilho e feche em um frasco. Mantenha essa solução em local escuro por 3 dias, depois coe o alho.
  3. Misture o preparado de óleo de oliva com Tomilho e Alho junto com o óleo de coco e cera de abelha. Faça outro banho maria mexendo a solução até torná-la homogênea (faça em fogo baixo e não deixe ferver).
  4. Coloque a mistura em um frasco e feche após esfriar. Deixe em local fresco e seco, assim terá a pomada caseira para candidíase com validade de 1 ano.

Agora basta aplicar a pomada caseira na vagina por 7 noites seguidas com a região genital sempre limpa e seca.

 

Passo 2 – Parar de Alimentar a Candida

COmo tratar a Candidíase feminina em casa

As pessoas que apresentam casos de candidíase de repetição requerem uma dedicação maior. E os passos apresentados agora são o inicio do tratamento natural da candidíase feito pela alimentação.

Esse primeiro passo significa modificar alguns hábitos importantes, o que implica cortar alimentos estrategicamente. O objetivo é deixamos as colônias da Candida sem suprimentos e fazer suas defesas naturais começarem a ruir.

O segredo não está somente em matar as colônias da Candida de fome, mas também retirarmos alguns alimentos que prejudicam o sistema imunológico. Isso aumenta de forma combinada o potencial combativo do nosso organismo ao fungo por fortalece as defesas do organismo e enfraquecer as colonias.

Vejamos quais são os principais alimentos a serem cortados por um paciente em tratamento alimentar.

Comidas Que São Fonte de Açucares

A Candida precisa do açúcar para expandir suas colônias e construir o biofilme que as protege do sistema imunológico. A membrana celular delas é constituída 32% de glicose, por isso cortar certos açúcares são pontos-chave do tratamento.

Isso não significa que todos os açucares serão cortados por todo o plano alimentar. Alguns substitutos como a estévia, xilitol, eritritol orgânico e outros açucares naturais próprios dos alimentos são permitidos dependendo da fase.

Alimentos Que Contem Glúten

O Glúten é uma proteína de difícil digestão e atrapalha muito o nosso corpo em absorver nutrientes. Além de estressar o organismo, ela traz efeitos indesejáveis para pacientes com a candidíase intestinal na maioria das vezes.

Ela é similar a uma proteína encontrada na superfície da célula dos fungos da Candida chamada HWP1 e confunde o sistema imunológico, o que causa os sintomas de intolerância alimentar da candidíase.

Carnes Processadas

As carnes processadas como salames, salsichas e hambúrgueres industriais são prejudiciais por serem carregados de dextrose, sulfatos, nitratos e outros açucares.

Eles podem enfraquecer o sistema imunológico e contribuir com o desbalanço intestinal causado pela Candida.

Produtos Com Lactose

Produtos como leite, manteiga e queijos tendem a conter muito açúcar (lactose), além de serem por vezes de difícil digestão.

Muitas pessoas com candidíase apresentam a síndrome do intestino irritado, o que pode torná-los mais sensíveis a caseína, uma proteína do leite. E esses efeitos durante o tratamento caseiro da candidíase devem ser eliminados.

Óleos Vegetais Refinados E Processados

Os óleos refinados como o de girassol contem grande quantidade de ácidos graxos pró inflamatórios como o ômega 6.

A substituição do plano alimentar privilegia o óleo de oliva que é mais seguro, pois contem ômega 3, um anti-inflamatório.

Bebidas Alcoólicas e Fermentadas

Poucos sabem, mas consumir muito álcool pode desestabilizar o nível de açúcar no sangue por diminuir a efetividade da insulina. Além disso, o álcool prejudica o sistema imunológico e pode desencadear a síndrome do intestino irritado em paciente com candidíase.

Em resumo, a maioria dos alimentos para se evitar durante o tratamento alimentar da candidíase contém altos níveis de açúcar, são de difícil digestão ou contém glúten.

 

Passo 3 – Eliminar os fungos e Repovoar o Intestino

Tratamento Caseiro da Candidíase Feminina

Junto a dedicação para restringir alguns alimentos, é preciso substitui-los por outros de efeito medicinal para o corpo. E certamente eles são os melhores substitutos naturais para comprimidos antifúngicos que você vai encontrar.

Todo o tratamento caseiro da candidíase é baseado em insumos combativos aos fungos. Mas para isso são necessárias duas medidas imprescindíveis.

  • A primeira medida – acrescentar alguns antifúngicos naturais que se aproveitarão da fragilidade das colônias durante o tratamento.
  • A segunda medida – popular a flora natural com microrganismos benéficos e rivais aos fungos da Candida que tomarão seu espaço.

Alguns antifúngicos recomendados para isso são:

  • Vinagre de maça.
  • Coco.
  • Vegetais Crucíferos.
  • Alho.
  • Cebola.
  • Gengibre.
  • Limões e lima.
  • Canela.
  • Açafrão.

Muitas receitas para tratar a candidíase naturalmente utilizam desses insumos, principalmente o Brasil. Eles são antifúngicos dos mais potentes encontrados na natureza e trazem resultados animadores para o organismo infectado.

Em meio ao processo, alguns pré-bióticos e pró-bióticos vão tornar possível restituir a flora intestinal. Eles tornarão bactérias benéficas e combativas à Candida mais populosas no organismo.

Alguns alimentos responsáveis por isso são:

  • Chucrute.
  • Picles
  • Azeitonas.
  • Vinagre de cidra de maçã.
  • Kefir.
  • Kvass.
  • Kombucha.
  • Iogurte natural com lactobacilos acidófilos.

Todo o plano alimentar contêm as receitas naturais com muitos ingredientes simples que podem ser encontrados em qualquer feira ou supermercado.

É possível comprar eles já prontos, no entanto, nem sempre significa que são apropriados para o tratamento. Isso requer que a produção seja feita em casa, como no caso do Kombucha feito com chá para candidíase por exemplo.

Essa bebida probiótica deve levar a erva terapêutica correta para a candidíase. Ao contrário da sua versão clássica e industrializada que não é recomendada para o tratamento.

 

Passo 4 – Desintoxicar o Organismo

Tratamento Caseiro da Candidíase Feminina

Muitas das toxinas liberadas pela Candida tem um papel importante em seu fator parasítico e na resistência das colonias do fungo. E além de estressarem o organismo, trazem também o estresse por candidíase tão comum no psicológico dos infectados.

O passo 4 consiste em livrar-se dessas toxinas, principalmente pelos efeitos do passo 2 e 3. Pois depois de atacar as colonias do fungo, os sintomas do Die-Off da candidíase começam a surgir em meio ao tratamento caseiro.

Quando um grande número dos fungos da Candida morrem rapidamente, acontece um efeito reverso nas colônias. Elas liberam algumas toxinas como subproduto da própria morte, entre elas o ácido úrico, etanol, e acetaldeído.

O acetaldeído em particular é responsável por inúmeros efeitos adversos que afetam drasticamente o bem-estar. E comumente faz o paciente sentir piora da candidíase, mesmo quando está na verdade destruindo suas colonias.

Além disso, a gliotoxina, outro subproduto da morte da Candida, é um veneno capaz de prejudicar muito o fígado, o principal órgão de desintoxicação do corpo. E além disso, tem potencial de suprimir e matar células que pertencem ao sistema imunológico.

É portanto necessário livrar-se desses efeitos indesejáveis que podem prejudicar muito o tratamento caseiro da candidíase.

A resposta a isso é desintoxicar o organismo partindo para outra fase do tratamento que consiste em:

  • Cortar os antifúngicos.
  • Aumente a hidratação do corpo.
  • Diminuir o ritmo e descansar o máximo possível.
  • Liberar toxinas através de saunas, escovação a seco e duchas de contraste.
  • Mudar a fase da alimentação e consumir suco Detox entre outros.
  • Aumentar a ingestão de vitamina C e outras vitaminas estratégicas.

Os sintomas da morte da candidíase podem ser muito duros para o paciente. Mas simbolizam a ultima fase do tratamento caseiro da candidíase antes da cura definitiva.

Quais Alimentos são Uteis Para a Desintoxicação

O ideal é que o tratamento caseiro tenha um esquema bem montado para os sintomas da morte do fungo não afetem o psicológico do infectado. Por isso os alimentos devem ser introduzidos adequadamente por cada fase.

Eles devem acompanhar o tratamento com receitas que contem alguns ingredientes como:

  • Repolho.
  • Couve.
  • Aspargos.
  • Beterraba.
  • Maça.
  • Abacate.
  • Arroz Integral
  • Agrião.

Esse período de alta toxicidade proveniente da morte dos fungos pode durar cerca de 1 semana quando ocorre. Mas o tratamento alimentar ideal deve minimizar os riscos da intensidade dos sintomas durante o tratamento.

Por esse motivo é inapropriado alimentar-se com esses insumos de forma aleatória. O nutricionista ou nutrólogo tem a tarefa de direcionar corretamente a alimentação e qual fase ela será introduzida no cardápio.

A modificação química do organismo deve ocorrer de forma saudável, no contrário, os resultado podem ser perdidos. Pois erros alimentares podem afetar o psicológico do paciente e até mesmo levá-lo a desistência da cura.

 

Passo 5 – Prevenir novas Infecções

Tratamento Caseiro da Candidíase Feminina

É importante a mulher saber que seus hormônios, quando desregulados, podem modificar a química do corpo. Por isso é comum acontecer a candidíase na gravidez ou em outras passagens da vida como na menopausa.

O problema é quando essas modificações químicas são feitas de forma artificial. O que ocorre com o uso constante das pilulas contraceptivas com alta concentração de estrogênio por exemplo.

Por isso muitas vezes a modificação química que a mulher mais precisa para se livrar da candidíase está algumas vezes em cessar a utilização das pilulas por algum tempo apenas.

O estresse é outro grande fator químico que afeta o corpo não somente das mulheres, mas boa parte dos homens que também contraem candidíase genital periodicamente.

E claro, as atividades físicas são uma ótima forma de atravessar por picos de estresses tão comuns algum momento da vida e fazer uma pequena higiene mental.

Por isso existem alguns comportamentos de cuidado pessoal que vão além desse tratamento caseiro da candidíase feminina. Eles também envolvem hábitos comuns, que junto a alimentação, podem tornar o corpo um templo em termos de saúde e bem estar.

Infelizmente o fungo é oportunista e não vai aguardar você compreender suas razões antes de se manifestar no corpo. Ele prevalece quando a química do corpo é favorável a seu crescimento e seu estilo de vida tem papel nisso.

O que será explicado nesse passo tão importante são algumas ações que previnem a candidíase de acontecer. São dicas que podem fazem diferença quando o nosso corpo está desprotegido por algum motivo.

Quais Atitudes Podem Prevenir A Infecção Por Candidíase

Algumas pessoas são mais suscetivas a vírus, fungos e bactérias do que outras por motivações genéticas. Caso você se perceba uma delas, precisa tomar medidas saudáveis ou de precaução as tornando verdadeiros hábitos de vida.

E essas atitudes podem evitar muito as chances de surgimento da candidíase pela vida:

  • Seque-se bem após o banho e antes de vestir a calcinha, principalmente os pelos pubianos.
  • Esterilize as roupas íntimas que utilizou na sua última infecção com água fervente.
  • Evite sabão ou duchas vaginais internas, isso remove bactérias protetoras da vagina.
  • Utilize calcinhas de algodão e soltas, mantenha sua região íntima sempre arejada.
  • Evite usar meia calça e calças apertadas se elas fazem você transpira muito.
  • Troque sempre os absorventes evitando utilizá-los por períodos maiores que 8 horas.
  • Procure modificar a pílula contraceptiva se você teve episódios recorrentes da candidíase.
  • Procure saber da saúde do seu parceiro sexual, não faz sentido você se cuidar e ele não.
  • Introduza alguns dos ingredientes que apresentamos no seu cardápio, eles não precisam ser usados apenas durante tratamentos.

Caso leve esses passos apresentados a sério, estará seguindo as melhores práticas e recomendações dos especialistas do mundo da infectologia clinica e da medicina.

O plano alimentar na integra pode ser recomendado por um nutricionista e médico especializado em nutrologia. Mas alguns endocrinologistas também formados como nutrólogos podem recomendar a alimentação direcionada.

“Que o teu remédio seja o teu alimento… Que o teu alimento seja o teu remédio.” Hipócrates, Pai da Medicina – 400 aC.

Gostou desse artigo? Então compartilhe ele com outras mulheres, muitas pessoas adorariam conhecer alternativas naturais contra a candidíase também!