Duas mulheres sorrindo dentro do veículo

6 Benefícios Da Alimentação Para Candidíase

Como você provavelmente já sabe, a alimentação para candidíase é um plano nutricional especificamente planejado para ajudar o corpo a superar as infecções dos fungos ou crescimento excessivo da Candida.

O super crescimento da Candida pode afetar diferentes partes do corpo, mas geralmente ocorre na boca, unhas dos pés, pele, trato intestinal e genitais.

Os sintomas dessa infecção podem variar desde distúrbios digestivos até problemas na superfície da pele. E caso não seja tratada, pode se espalhar para outras regiões do corpo e tornar-se mais grave, enfraquecendo a imunidade, reduzindo seus níveis de energia e até afetando as funções cognitivas.

Embora o principal objetivo da alimentação contra a candidíase seja reduzir os níveis dessa infecção e evitar o crescimento excessivo das leveduras, ela tem uma grande variedade de outros benefícios para a saúde.

E, ao contrário da maioria das outras dietas, a dieta anti-Candida não é para perder peso. Ela trata da melhora geral da sua saúde.

Muitas pessoas que sofrem com a Candida aguentam os sintomas por muito tempo, sem perceberem a causa da candidíase recorrente. Além de lidarem com fadiga constante, um “inexplicável” nevoeiro cerebral, infecções genitais, dores de cabeça, resfriados frequentes e muito mais.

A questão é – muitos desses sintomas têm uma causa principal: o crescimento excessivo da Candida intestinal. O desenvolvimento excessivo de levedura no intestino afetando todos os hormônios do corpo, o que reflete também nas funções imunológicas.

Mas aqui está a boa notícia. Quando você elimina os alimentos que estão sustentando a Candida – e começa a substituí-las por alimentos nutritivos e saudáveis – seu corpo começa a se recuperar.

A alimentação contra candidíase pode melhorar a sua saúde de várias maneiras.

Vamos conhecer elas!

Como Tratar A Candidíase Recorrente de Forma Definitiva e Natural
tratamento da candidiase
tratamento para candidiase

1. A Alimentação Para Candidíase Equilibra a Microbiota Saudável

Muitos sintomas da infecção por fungos são devidos aos efeitos de um microbioma intestinal desequilibrado.

O cólon e o intestino delgado são o lar de muitas espécies de bactérias benéficas. Cada uma dessas espécies desempenha um papel especial em ajudar o seu corpo a funcionar adequadamente todos os dias.

Na verdade, essas bactérias produzem milhares de metabólitos diferentes, todos com uma grande influência no psicológico, nos níveis de energia, condicionamento físico, função cognitiva e saúde imunológica. Estes, por sua vez, irão influenciar na sua digestão, absorção de nutrientes, humor e função cognitiva, saúde da pele, unhas, cabelos e muito mais.

Quando um patógeno como Candida albicans começa a crescer demais no intestino, esse delicado equilíbrio de bactérias saudáveis é o primeiro a ser alterado.

Um dos piores culpados por causar esses desequilíbrios intestinais é o açúcar. Ele não é apenas um doce aperitivo para as suas papilas gustativas; também é um ‘alimento’ para as bactérias e leveduras nocivas ao seu intestino.

Patógenos e leveduras oportunistas, como a Candida, se alimentam de açúcar como combustível. Quando você está constantemente comendo alimentos açucarados, as bactérias saudáveis em seu intestino podem ser dominadas pelos microrganismos não benéficos.

Isso leva a um desequilíbrio conhecido como disbiose. A disbiose pode afetar a capacidade do seu corpo de quebrar e absorver os nutrientes dos alimentos que você ingere, o que, por sua vez, significa que você está perdendo vitaminas e minerais importantes.

A alimentação da candidíase pode ajudar a restaurar a saúde do seu intestino. Ao eliminar o açúcar da sua dieta, você estará removendo a principal fonte de combustível para bactérias e leveduras patogênicas.

Sem combustível, essas espécies prejudiciais serão significativamente enfraquecidas e menos capazes de se espalhar. Isso dará às suas espécies bacterianas saudáveis a chance de se regenerarem para acabar com a candidíase mais rápido por dominarem as espécies ruins!

Simplificando: menos açúcar e mais alimentos saudáveis irão alimentar suas bactérias saudáveis e matar de fome as bactérias ruins. Esse é um dos passos mais importantes para se superar a Candida!

2. O Tratamento Alimentar Para Candidíase Restaura As Funções Imunológicas

Um dos principais problemas causados pelo desequilíbrios microbiano resultante do crescimento excessivo da Candida é os efeitos no seu sistema imunológico. Você pode pegar tosses e resfriados com frequência ou pegar várias infecções de pele ou simplesmente ver seu cabelo cair muito mais.

Isso tem muito a ver com o fato de que cerca de 80% das células do sistema imunológico residem no seu intestino.

Se o seu intestino for dominado por bactérias nocivas, essas células imunológicas estarão em uma desvantagem significativa. E quando as células T funcionam mal, o seu corpo fica menos capaz de combater as infecções.

Outras partes do seu sistema imunológico, incluindo anticorpos, também podem funcionar mais lentamente, deixando você ainda mais suscetível a outras infecções.

Os princípios básicos da alimentação contra a candidíase, que incluem evitar todo o açúcar adicionado e comer alimentos ricos em nutrientes, ajudarão a melhorar a saúde do sistema imunológico.

Por exemplo, a alimentação para candidíase recomenda uma ingestão diária de alimentos inteiros (em oposição aos alimentos processados) junto com fontes de proteína de qualidade, gorduras saudáveis, carboidratos complexos e vegetais frescos.

Isso pode incluir carne magra, ovos e peixes, bem como vegetais sem amido, como folhas verdes, cebolas, alcachofras e aspargos. Frutas com baixo teor de açúcar (como frutas vermelhas) e uma variedade de ervas e especiarias também são incentivadas.

Todas são excelentes fontes de vitaminas, minerais e fibras de que o seu corpo necessita para realizar as atividades diárias.

Além disso, a dieta inclui uma série de alimentos medicinais com propriedades antifúngicas, como alho, gengibre, óleo de coco , vinagre de maça, cravo e canela. Essas são maneiras saudáveis de adicionar sabor à comida, mas também têm propriedades medicinais para ajudar na luta contra o crescimento excessivo de leveduras.

Alguns desses alimentos antifúngicos são comparáveis, senão o melhor remédio para candidíase quando combinados na alimentação diante das tão potentes drogas farmacêuticas.

3. Comer Contra A Candidíase Pode Melhorar A Digestão

A má digestão costuma ser o primeiro sinal de infecção contínua por Candida. Muitas pessoas notarão que sofrem constantemente de sintomas como inchaço, gases, diarreia ou prisão de ventre.

Pesquisas mostram que uma alta ingestão de açúcar pode diminuir o tempo de trânsito intestinal (é quanto tempo leva para que os resíduos serem removidos do corpo).

O tempo de trânsito intestinal lento pode significar que esses resíduos ficam no seu intestino causando inchaço e gases desconfortáveis. Como as toxinas residuais passam mais tempo paradas no seu trato intestinal, há uma chance maior delas serem reabsorvidas pela corrente sanguínea.

Outro efeito dessa digestão lenta é o dano ao revestimento da mucosa do intestino. A disbiose causada pelo super crescimento de Candida pode aumentar a produção de endotoxinas, que danificam o revestimento intestinal, desencadeando processos pró-inflamatórios no organismo.

Sua membrana intestinal desempenha um papel vital como barreira de defesa dentro do seu intestino. E quando as células que residem dentro desse revestimento são danificadas, as junções estreitas que formam a barreira, podem se tornar frouxas ou permeáveis.

Essa que é a conhecida síndrome do intestino solto e pode levar a intolerâncias alimentares diversas ou mesmo a alergias, como a doença celíaca.

Os alimentos que melhoram a candidíase restauram a função intestinal adequada e também ajudam na reparação do intestino. Por exemplo, alimentos fermentados como chucrute contêm probióticos, que comprovadamente melhoram a função digestiva.

Alguns suplementos probióticos e gorduras saudáveis (como ômega 3) também podem ajudar a restaurar o revestimento do intestino, o que também ajuda a reduzir os sintomas digestivos desagradáveis.

4. A Alimentação Anti Candidíase Pode Reduzir A Inflamação

Viver com super crescimento dos fungos em uma candidíase intestinal pode fazer com que seu corpo esteja constantemente lutando contra inflamações.

A Candida albicans libera uma toxina chamada acetaldeído. Este é apenas um de seus muitos subprodutos metabólicos. Essa é uma neurotoxina que tem sido associada a dores de cabeça crônicas e danos neurológicos, e também é a substância que causa ressacas. Causando estresse oxidativo, desencadeando processos inflamatórios no organismo.

Quando o sistema imunológico detecta toxinas ou bactérias patogênicas e leveduras, ele desencadeia uma reação inflamatória. Embora a inflamação seja projetada para combater patógenos prejudiciais, a inflamação crônica pode na verdade acabar danificando os tecidos sensíveis do corpo e até mesmo o DNA. Com o tempo, isso pode aumentar o risco de outras doenças.

Um desequilíbrio intestinal, como o crescimento excessivo de Candida, pode causar inflamação crônica no intestino e em outras partes.

A alimentação para candidíase foi projetada para reduzir essa inflamação. Em primeiro lugar, as escolhas alimentares e suplementos trabalham para reduzir as colônias de Candida albicans no intestino. Então, com a ajuda de ervas desintoxicantes e alimentos anti-inflamatórios, também pode ajudar a reduzir a inflamação.

Ao seguir a alimentação contra a Candida, você estará cortando açúcares adicionados e outros alimentos pró-inflamatórios, como trigo, glúten, aditivos artificiais e comidas processadas.

Você também comerá mais alimentos ricos em probióticos, como kefir, kombucha e chucrute, junto com ervas anti-inflamatórias, como alho e açafrão. Tudo isso ajudará a reduzir os processos inflamatórios em seu corpo e auxiliar numa desintoxicação adequada.

5. A Alimentação Para Candidíase Pode Melhorar Seu Humor

O crescimento excessivo de Candida pode ter um impacto enorme no seu humor, fazendo com que você se sinta deprimido ou simplesmente vazio. Muito disso se deve à intrincada conexão entre o intestino e o cérebro, conhecida como “eixo intestino cérebro”.

Pesquisas mostram que a disbiose e a inflamação no intestino – como a causada pelo crescimento excessivo de Candida – estão ligadas ao desenvolvimento de doenças mentais, incluindo ansiedade e depressão.

Isso pode levar claramente a um quadro de candidíase emocional, que comumente ocorre quando o microbioma intestinal desequilibrado pela Candida causa o mau funcionamento do sistema nervoso central.

Foi demonstrado que os hormônios, neurotransmissores e outros fatores químicos liberados do intestino enviam sinais ao cérebro. Esses sinais têm um impacto direto em seu humor e função cognitiva.

Quando o microbioma intestinal está danificado devido a um desequilíbrio de bactérias saudáveis e inflamação, esses sinais são afetados negativamente.

Felizmente, pesquisas recentes sugeriram que os probióticos e os alimentos fermentados podem ser uma solução poderosa para essa desarmonia entre intestino-cérebro.

Estudos em camundongos mostraram que os probióticos podem ser usados para tratar ansiedade e depressão, tanto como terapia autônoma quanto para auxiliar medicamentos farmacêuticos.

Na verdade, descobriu-se que os probióticos reduzem efetivamente os sintomas de ansiedade e depressão de uma forma semelhante aos medicamentos convencionais.

A alimentação contra a candidíase inclui alimentos fermentados e suplementos probióticos de alta qualidade. Ao incluir alimentos como iogurte, kombucha e kefir em suas refeições todos os dias, você pode começar a restaurar o equilíbrio microbiano em seu intestino.

Isso ajudará a melhorar a microbiota intestinal para que seu corpo seja mais uma vez capaz de produzir os neurotransmissores e hormônios necessários para o bom humor e o funcionamento do cérebro.

6. A Alimentação Contra Candidíase Irá Restaurar A Saúde Geral

Há muitas evidências que mostram que uma dieta rica em açúcar refinado é uma das principais causas não apenas de Candida, mas também de doenças crônicas como obesidade e diabetes.

Os alimentos ricos em nutrientes da alimentação para candidíase podem ajudar a reverter isso. Você descobrirá que tem mais energia, uma mente mais limpa e menos infecções.

Você estará absorvendo os alimentos com mais eficiência, o que melhorará seu estado nutricional. Você também descobrirá que o seu humor melhora à medida que o seu corpo é capaz de criar os aminoácidos necessários para o funcionamento adequado dos neurotransmissores cerebrais.

O mais importante de tudo é que você não terá fome de açúcar!

Ao contrário de uma daquelas dietas da moda para perder peso, a alimentação anti candidiase trata de restaurar sua saúde ao natural. Você fornecerá ao corpo os nutrientes que ele mais precisa, em vez dos alimentos prejudiciais que o fungo está dizendo para você comer.

Isso inclui vegetais frescos, alimentos probióticos, óleos e gorduras saudáveis e fontes nutritivas de proteína, como aves, peixes, nozes e ovos. Muitos dos alimentos da alimentação para candidíase são ricos em fibras, então você se sentirá mais satisfeito e menos propenso a lanchar.

Outro bônus é que você ainda poderá desfrutar de doces!

A alimentação da candidíase permite adoçantes naturais, como estévia e extrato de fruta de monge, que não contêm açúcar e não têm calorias. Você também poderá desfrutar de algumas refeições deliciosas, como torta de limão e abacate, comer frango com curry e mousse de morango.

Ah sim – e o melhor de tudo, você se SENTIRÁ BEM de novo!

Artigo original escrito pela nutricionista Lisa Richards.

tratamento para candidiase
tratamento da candidiase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.