Muitos homens com candidíase peniana a enxergam como uma irritação genital logo no inicio e pensam enfrentarem uma simples alergia. Mas não tratam da infecção e permitem que ela exista por muito tempo afetando a qualidade de vida.

Esse tipo de inflamação peniana pode ser um pesadelo para muitos homens com vida sexualmente ativa. E por pressa, muitos se automedicam sem qualquer diagnostico, podendo colaborar ainda mais com o fator parasítico do fungo.

Os fungos da família Candida estão na pele, boca e mucosas do corpo como a genital masculina, e esse é apenas um dos locais mais propícios para se desenvolverem. No entanto, quando ela causa infecções, é sinal de que algo não está bem e isso deve forçar o homem a tomar uma atitude.

Pois a candidíase peniana pode ser resistente e persistente quando mal cuidada desde o começo. Mas para todo o bom começo, alguns conhecimentos básicos podem fazer toda a diferença.

Por isso criamos esse artigo com 15 fatos sobre a infecção que todos os homens devem conhecer. E ate o final dessa leitura, você terá alguns passos imprescindíveis para iniciar qualquer tratamento da candidíase.

Leia também → O Que É Candidíase e Como Ela Age No Organismo?

 

Como é A Candidíase No Homem?

 

A candidíase é uma infecção causada pelos fungos da família Candida. Que em 90% dos casos é proveniente da Candida Albicans, um gênero que já habita nativamente o homem, e por motivações de saúde, pode tornar-se patogênico.

“O problema dessa infecção afeta 27% dos homens e vem se mostrando mais atual do que nunca. Muito se especula que seu crescimento no mundo se dá pelas mudanças de hábitos alimentares e estilo de vida moderno.”

A candidíase quando afeta o homem no aparelho genital pode ser perturbador no psicológico e trazer sintomas muito incômodos. Isso obriga a ida até um médico urologista e certamente esse é o recomendado.

Os sintomas da candidíase peniana são:

  • Balanite – inflamação ou infecção da mucosa genital masculina (cabeça do pênis).
  • Balanopostite – inflamação ou infecção do prepúcio (revestimento do pênis).

No entanto, esses sintomas não são sinônimo da candidíase, podendo ser causados por outros microrganismos. E em casos de dúvidas, o médico pode pedir exames de cultura em laboratório para identificar o agente causador.

O tratamento da candidíase peniana é muito simples e tem cura até mesmo de forma caseira. Porém, o erro do diagnóstico pode causar problemas bem inoportunos, principalmente quando o paciente faz a automedicação.

Esse é um assunto médico que requer acompanhamento e muitas vezes investigação clinica. E certamente conhecer alguns dos fatos a seguir pode esclarecer alguns porquês de tudo isso.

Leia também → Sintomas da Candidíase e Diagnóstico – Como Saber Se Estou Infectado?

 

15 Fatos Da Candidíase Masculina

  1. A candidíase peniana, também chamada de monilíase, pode surgir após contato sexual com parceira infectada. Mas não é considerada uma DST já que o fungo não é contraído e já existe no corpo humano.
  2. A candidíase genital masculina pode também se espalhar para o saco escrotal, anus e virilha. A coceira, descamação de pele e irritação são os primeiros sintomas e devem levantar um alerta quando em conjunto.
  3. Excesso de esmegma peniano é um sinal dos fungos ou bactérias que causam a balanite. Ambos geralmente são concorrentes e diagnosticar o microrganismo correto é essencial antes de qualquer tratamento.
  4. Por questões genéticas, alguns homens são mais propensos a problemas de saúde causados por fungos, bactérias ou vírus. Da mesma forma, os casos de alta atividade de fungos podem ser indiferentes para outros.
  5. Quando há um casal com candidíase, é importante ambos se tratarem. Pois nessa condição ela pode ser retransmitida pelo sexo, mesmo quando o transmissor não apresenta qualquer sinal da infecção genital.
  6. Quando existe mais de 4 infecções por ano ela é considerada uma candidíase recorrente. Essa não é a candidíase peniana simplesmente mas possivelmente a candidíase intestinal invadindo o canal genital ou oral.
  7. A forma mais prática para tratar a candidíase peniana é com pomadas e cremes de uso tópico. Mas em casos da candidíase recorrente elas viram um paliativo e provavelmente o médico receitará antifúngicos de via oral.
  8. A candidíase peniana pode ser resistente a remédios farmacêuticos, principalmente quando eles já foram testados. E mesmo os antifúngicos mais potentes podem ter esse fim quando o fungo se imuniza a eles.
  9. A infecção peniana sem o tratamento adequado pode evoluir e as colonias do fungo podem amadurecem tornando-se mais agressivas. Isso traz riscos de invadir o trato urinário, inflamar o canal da uretra e bexiga.
  10. Cerca de 50% dos homens tem a levedura da Candida no pênis, que em condições saudáveis, não é patogênica. O problema é a química alterada no corpo do homem, sobretudo proveniente de maus hábitos de vida.
  11. As motivações da candidíase masculina são muitas. Desde o mau uso de antibióticos, má alimentação, abuso de drogas, higiene precária ou doenças adjacentes, mas ela só ocorre na baixa no sistema imunológico.
  12. O crescimento das colonias da Candida também ocorre em organismos com sistema imunológico em dia. Mas não consegue avançar e evoluir sobre as linhas de defesa do corpo e tudo se reequilibra novamente.
  13. Muitas desistências pela cura da candidíase são notados e esses casos podem ser da candidíase emocional. Ela ocorre pelo efeito reverso da alta toxicidade das colonias maduras do fungo no organismo do paciente.
  14. As receitas naturais da medicina alternativa são comprovadamente eficazes contra candidíase. E apesar de apresentarem-se melhores para certos casos, são a alternativa de segunda linha para o tratamento.
  15. A alimentação direcionada é a melhor forma de alterar a química do corpo conhecida pelo homem. E nesse caso, é a alternativa numero 1 dos infectologistas clínicos para tratar pacientes da candidíase cronica.

Infográfico com fatos sobre a candidíase masculina

Copie esse infográfico no seu site usando o código abaixo:

 

Como Tratar a Candidíase Peniana ao Natural?

Na maioria das vezes que o urologista é consultado e a candidíase peniana é confirmada, o caminho para o tratamento é seguro. Possivelmente as pomadas e antifúngicos mais modernas serão receitados dependendo de cada caso.

Eles são a solução definitiva para a maioria dos homens e são realmente práticos, já que basta buscá-los já prontos na farmácia. Mas infelizmente a cura da candidíase peniana não surge para todos pelo mesmo caminho.

Isso traz à luz alternativas naturais em remédios caseiros, que para muitos, deveria ser a escolha preferencial para qualquer tratamento. Já que os insumos in natura combinam consideravelmente melhor com o corpo humano.

“A substituição de algumas pomadas e cremes farmacêuticos tem efeitos notórios no tratamento da candidíase peniana. E trazem vantagens que muitas vezes vão além dos menores efeitos adversos ou para o bolso do paciente.”

Esse é o caso da pomada caseira para candidíase genital, que por ser de amplo espectro, pode funcionar para qualquer tipo de balanopostite. Sem contar que tem efeitos deletérios até para as especies mais resistentes da Candida.

O tratamento caseiro da candidíase peniana também existe para os casos mais resistentes. E como comentado, ela pode ser sistêmica se repetindo de forma recorrente, já que pode vir do intestino, o núcleo da nossa flora microbiana.

remedios farmaceuticos e naturais contra candidíaseComo alternativa natural àquilo que é feito por antifúngicos farmacêuticos, certos antifúngicos comprovados em dieta podem combater as colonias intestinais do fungo pela alimentação, claro!

Esse é o grande trunfo da alimentação direcionada por um nutricionista especialista em infectologia clinica ou por médicos nutrólogos.

A dieta para candidíase é retratado no mundo médico como um sucesso até mesmo para casos mais graves da candidíase cronica. Um quadro grave que afeta doentes da AIDS, Câncer e outras doenças imunossupressoras.

Leia também → 6 Remédios Caseiros Comprovados Para Candidíase

Conclusão

A candidíase peniana não é um problema grave na maioria dos casos e tem cura tanto pela medicina clássica quanto natural. Mas requer dedicação quando percebida, e o diagnóstico médico correto é o inicio para qualquer tratamento.

A neglicencia alimentar e maus hábitos de vida como tabagismo, alcoolismo e até mesmo o estresse diário podem alterar a química do corpo. Quando isso ocorre junto a queda de imunidade, as colonias da Candida podem crescer e se sobrepor a flora microbiana que é naturalmente concorrente a ela.

Caso você se perceba vitima desse tipo de infecção de forma recorrente, mesmo sem ter outros problemas de saúde, busque alterações em alguns hábitos de vida. Eles ditam sobre a química do corpo e podem contribuir mais com a sua genética.

O Candidíase Tratamento e Cura recebe milhares de relatos mensais sobre a cura natural e essa é uma alternativa real de cura. Por isso disponibilizamos mais links que podem guiar você a conhecer mais sobre o assunto.

Gostou desse artigo? Então curta, compartilhe e comente sua experiencia, isso pode ajudar muito mais pessoas também.