Muitos sintomas da candidíase podem ser facilmente confundidos com outras infecções comuns no corpo. E como nós somos habitado por fungos, bactérias e vírus, é imprescindível ter um diagnóstico preciso.

Mas como uma pessoa sem conhecimento médico pode saber ou simplesmente suspeitar que está sendo infectada?

Ao decorrer desse artigo, veremos alguns sinais do corpo que podem apontar o crescimento excessivo desses fungos. Além disso, vamos conhecer quais são os sintomas da candidíase, desde os gerais até os mais específicos.

Essa infecção acontece em homens e mulheres afetando a pele, unhas, boca, intestino, genitais e até outras áreas do corpo. Por isso conheceremos também como é feito o diagnóstico da candidíase para cada uma delas.

Mas caso ainda hajam dúvidas se a infecção está acontecendo, ensinaremos um método caseiro para testar o crescimento excessivo desses fungos.

Com as explicações que serão vistas por aqui, certamente será possível desvendar se esses sintomas são causados por um fungo agindo nos bastidores do seu organismo.

Acompanhe!

 

Por Que A Candidíase Apresenta Tantos Sintomas Diferentes?

A monilíase é a infecção fúngica mais comum no corpo humano. E como somos um verdadeiro seleiro para microrganismos diferentes, uma ‘sopa química’ é produzida pela interação de colonias inteiras deles.

O problema é quando os fungos se aproveitam de brechas na saúde que alterem essa química. Com isso, eles pode se tornar infecciosos na região que já habitam ou se espalhar para outras áreas do corpo.

Pesquisadores americanos criaram um atlas dos locais prediletos das colonias dos fungos no corpo, e são eles:

  • Os pés – 80 gêneros.
  • No dedão – 60 gêneros.
  • Entre os dedos – 40 gêneros.
  • Nas mãos – 30 gêneros.
  • Abdômen e tórax – de 2 a 10 comunidades diferentes.

Os fungos da família Candida preferem locais úmidos, escuros e mucosos do corpo. Por isso eles estão em maior proporção no intestino(70% de suas atividades), vagina, boca e menor proporção na pele.

As infecções vaginais por fungos são as mais comuns, mas quando o fungo afeta o intestino – a matriz de todas as colonias, pode passar para o canal urinário, boca, pele, se espalhar para as unhas e nos casos mais graves para a corrente sanguínea.

Os fungos podem crescer ocultos em nosso corpo, mas quando mostram seus sintomas, são facilmente confundíveis com outros problemas de saúde.

“Quando se deparam com uma infecção fúngica sem diagnóstico exato, os médicos são forçados a receitar remédios sem saber se funcionarão ou se só farão as pessoas perderem tempo e dinheiro” – Arturo Casadevall, microbiólogo e imunologista da Faculdade de Medicina Albert Einstein em NY.

Diante desses fatos, podemos perceber a importância de um diagnóstico médico adequado. No entanto, alguns sinais do crescimento dos fungos pelo corpo podem antecipar muitos desses problemas.

Leia também → O Que É Candidíase e Como A Candida Age No Organismo?

 

Quais Os Sinais Da Candida Crescendo Pelo Corpo

Muitos sintomas da candidíase são tão comuns como uma simples infecção, alergia ou irritação de pele. Por isso são tratadas de forma generalista como sendo um sapinho na boca ou micose de pele.

Na verdade, poucas vezes esses sinais são agravantes a ponto de levá-lo até um médico. Muitas vezes eles desaparecem sem qualquer tratamento, se mostrando casos episódicos e sutis que regrediram.

O maior problema está no crescimento oculto do fungo no corpo, pois na menor brecha de saúde que aconteça, ele pode tornar-se patogênico.

É geralmente nesse momento que as pessoas se mobilizam indo até o consultório médico. Pois os sintomas podem ser mais notórios e incômodos, mexendo com a qualidade de vida das pessoas.

Mas existem algumas formas de reconhecer os fungos da Candida crescendo e trabalhando nos bastidores do seu organismo.

Os principais sinais de crescimento dos fungos no corpo são:

  • Odor – a pele exala um odor mais forte quando os fungos crescem pelo corpo, graças as toxinas do próprio crescimento de suas colonias.
  • Pele – aquela coceira não incomoda ou até mesmo maior sensibilidade cutânea podem simbolizar os fungos crescendo.
  • Sons – a alta atividade dos fungos no intestino podem manifestar muitos barulhos curiosos no aparelho digestivo.
  • Fadiga – aquela preguiça incomum, mesmo quando você está descansado(a), pode ser causada pelas toxinas do fungo também.
  • Queimação – Uma serie de irritações intestinais, intolerância alimentar, diarreia e queimação podem ocorrer pela fermentação dos fungos.

Quando bem específicos, esses sinais comumente fazem você suspeitar que algo está errado. Saiba então que eles podem simbolizar os fungos crescendo pelo corpo e devem levar você a fortalecer o seus sistema imunológico.

Pois quando a imunidade está baixa, a candidíase aparece trazendo outros sintomas gerais e específicos. E veremos mais sobre todos eles agora.

 

Os Sintomas Gerais Da Candidíase

casal frustrado com os sintomas da candidíase

Os sintomas gerais da candidíase impactam a forma como nos sentimos fisicamente ou psicologicamente. Eles surgem pelas toxinas liberadas no crescimento descontrolado do fungo ou quando suas colonias amadurecem.

Portanto, em qualquer caso de candidíase você pode sentir sintomas como:

  • Cansaço sem motivo aparente
  • Dores de cabeça e enxaquecas
  • Dificuldade de manter o foco
  • Depressão
  • Desejo anormal por doces
  • Memória fraca
  • Agitação
  • Insonia
  • Perda da libido sexual
  • Irritabilidade

É importante notar que esses sintomas da candidíase emocional surgem também quando as colonias do fungo são atacadas. Algo que requer medidas profiláticas, principalmente ao tratar infecções de mais longa data.

Em grande parte, a candidíase é conhecida por ser uma doença oportunista por causa de suas toxinas. Elas inibem receptores cerebrais do prazer e estimulam o anseio por alimentos que favoreçam o crescimento de suas colonias.

Esses são fatores parasíticos importantes para o fungo, mas por padrão são constatados em qualquer diagnóstico básico feito pelos médicos.

O Diagnostico Básico da Candidíase

O médico pode começar a busca do diagnóstico através de questionamentos simples que revelem informações básicas do paciente como:

  • Consumo de bebidas alcoólicas
  • Uso ou não de outras drogas
  • Hábitos alimentares
  • A qualidade do sono
  • Uso de medicamentos
  • Alergias ou intolerância alimentar
  • Problemas de saúde e psicológicos

Outras questões podem levar o médico a saber se o paciente está mais irritadiço, com mudanças constantes de humor, perda de concentração e problemas típicos de stress ou emocionais.

No exame padrão também é possível reconhecer algum nível de estresse físico no paciente. Pois quando eles se somam às outras questões, são eficientes para o diagnóstico inicial.

Quando esses sintomas gerais da candidíase são encontrados, eles trazem evidencias de modificações químicos no corpo. No entanto, é através dos sintomas específicos que a candidíase pode ser diagnosticada de fato.

 

Sintomas Da Candidíase Intestinal

pessoa com papel higiênico sofrendo de candidíase no intestino

Os sintomas da candidíase intestinal comumente acompanham outras infecções da Candida pelo corpo também. Pois ela própria pode ser o foco das infeções, principalmente aquelas mais persistentes.

Quando a colônia da Candida povoa o intestino em proporção acima do tolerável, ela é capaz de prejudicar o convívio de outros microrganismos importantes da flora intestinal. Isso afeta o sistema imunológico, pode refletir em intolerâncias alimentares de muitos tipos e causar outros problemas intestinais.

A infecção da candidíase no intestino pode apresentar sintomas como:

  • Fezes com aspecto leitoso, cremoso ou espumado
  • Refluxo com gosto de acidez vindo a boca.
  • Muco e filamentos brancos nas fezes
  • Cólicas intestinais e inchaço
  • Diarreia
  • Prisão de ventre
  • Má digestão
  • Náuseas

Através dessa infecção, o fungo pode repovoar ou se espalhar para outras regiões mucosas do corpo como as genitais e boca. Além de se espalhar para o anus, virilha e toda a região pélvica.

A microbiota intestinal é o local aonde está a matriz e controle de todas as colonias de microrganismos do nosso corpo. Ela corresponde a 80% das nossas defesas e requer uma atenção especial.

A candidíase no intestino é a causa principal da candidíase recorrente e existe como o principal fator parasítico do fungo. Dessa forma, tratar o intestino pode curar outras manifestações da candidíase pelo corpo também.

O Diagnóstico Da Candidíase Intestinal

Os médicos podem analisar no nível de pH do sangue algumas evidências de inflamação. Mas o meio mais comum de encontrar os fungos intestinais é no exame de fezes, avaliando também outros aspectos de saúde.

Através do teste de proteína do soro sanguíneo é verificada a taxa de anticorpos como a imunoglobulina. Com isso é possível entender se houve reação a algum agente patogênico infecioso no organismo.

Junto ao teste de acidez do pH sanguíneo é comum ainda que o médico peça também um teste de urina. Pois a Candida albicans libera toxinas que são despejadas do organismo exclusivamente pela uretra.

O exame de fezes é capaz de indicar a candidíase intestinal e também a espécie de fungo específico. Mas esse exame de cultura deve ser especificado pelo médico.

Em casos mais severos da infecção pode ser necessário uma colonoscopia para averiguar a aderência do fungo no cólon e na parede intestinal.

 

Sintomas Da Candidíase Cutânea

mulher coçando a pele com candidíase

A candidíase cutânea geralmente surge em regiões do corpo mais quentes, úmidas e escuras, mas não é uma regra. Muitas vezes ela é motivada pela má higiene ou uso de roupas abafadas e apertadas que friccionem a pele.

Os sintomas afetam mais as pessoas com diabetes e obesas. A infecção frequentemente surge nas dobras de gordura ou então nas próprias articulações do corpo.

Os principais sintomas dessa candidíase na pele são:

  • Acne
  • Urticárias
  • Inchaço
  • Suor noturno
  • Cistos incomuns
  • Eczema(sintomas de alergia de pele)
  • Odor no corpo
  • Pé de atleta
  • Dermatites

A candidíase na pele é também conhecida como intertrigo, mas é conhecida como sendo uma micose também.

O dermatologista é a profissional adequada para tratar o assunto.

O Diagnóstico da Candidíase Cutânea

O diagnóstico da candidíase cutânea é geralmente feita com uma lupa ou a próprio olho nu em um exame físico. Nele o médico irá verificar a elasticidade do tecido, aparência e erupções cutâneas.

O médico pode ainda pedir exame de cultura de fungos na pele para averiguar o agente causador da infecção. Nesse procedimento, o médico irá coletar amostra da pele esfregando e raspando algodão na área afetada e depois pedirá uma analise laboratorial.

 

Sintomas Da Candidíase Na Boca

muher olhando a boca no espelho

A infecção oral da candidíase comumente surge pela falta de higiene da dentadura em idosos, crianças de colo e pessoas com sistema imunológico comprometido.

O contágio pela saliva de outra pessoa ou objetos contaminados também é possível, mas dificilmente o fungo prevalece dessa forma em pessoas com o sistema imunológico em dia.

Veja os sintomas que a candidíase oral geralmente apresenta:

  • Manchas brancas na boca, língua e no entorno dos lábios.
  • Excesso de criação de saburra lingual
  • Alteração do paladar
  • Vermelhidão ou rachaduras em volta da boca.
  • Mau hálito
  • Dor ou dificuldade ao engolir
  • Inflamação no céu da boca, gengivas ou amídalas

Grande parte dos casos desse tipo de candidíase em pessoas com HIV pode acompanhar a candidíase esofágica e comprometer também a faringe, sendo assim chamada de candidíase orofaríngea.

O Diagnóstico da Candidíase na Boca

Normalmente o médico faz o exame de forma visual em busca de lesões, manchas ou placas brancas. Caso existam, é feita uma raspagem para coletar amostras que são examinadas por microscópio.

Em alguns casos é pedido um exame de sangue para verificar outras condições de saúde do paciente. Na busca de saber a causa da infecção bucal.

Caso o esôfago também esteja afetado, o exame de sangue também é útil, mas a biopsia da amostra do tecido pode identificar o agente causador. Esse exame é feito pela endoscopia digestiva alta, com possibilidade ainda de averiguar o duodeno.

 

Sintomas Da Candidíase Nas Unhas

médico buscando candidíase nas unhas

Cerca de 50% dos fungos que atacam as unhas são da Candida albicans. Isso ocorre por contato muito prolongado com água contaminada ou por simplesmente coçar a região da pele que já esteja infectada.

Os principais sintomas são:

  • Dor no entorno das unhas
  • Vermelhidão e inchaço em volta das unhas
  • Unhas afinadas e secas
  • Perda da unha por descolamento da pele
  • Cor amarela ou branca subcutânea na unha
  • Unhas quebradiças ou com rachaduras
  • Muitos detritos acumulados sob as unhas

Também conhecida como uma onicomicose, a candidíase nas unhas pode levar a pessoa infectada a sentir dor nos pés, ao se calçar e acontecer deformação das unhas.

O Diagnóstico Da Candidíase Nas Unhas

O procedimento mais comum de diagnosticar a onicomicose é cortar uma parte da unha ou retirar resíduos que ficam sob elas. Depois é feito o teste de reação em cadeia por polimerase.

As amostras podem ser verificadas por um microscópio e utilizar a avaliação histológica de coloração de acido periódico com reativo de Schiff. Dessa forma se evidencia a presença dos fungos.

 

Sintomas De Candidíase No Homem

homem aflito com candidíase genital

Os principal caso que distingue a candidíase no homem é a sua infecção genital. Um caso incomodo que afeta o psicológico do homem trazendo prejuízos à vida sexual.

Cerca de 15% dos casos clínicos da candidíase peniana acontece pelo sexo com uma parceira infectada. Um fenômeno que vem se tornando cada vez mais comum na sociedade moderna.

Vejamos os principais sintomas da candidíase genital no homem:

  • Esfoliação do tecido peniano
  • Inflamação da glande ou prepúcio
  • Fina camada esbranquiçada na cabeça do pênis
  • Líquido transparente saindo da uretra (por vezes marcando a cueca)
  • Inchaço e coceira
  • Vermelhidão e queimação
  • Dor ao urinar e ao fazer sexo
  • Acumulo de esmegma fora do comum

Independente de quais sejam os sintomas da candidíase no homem, eles podem sumir e voltar a se manifestar, principalmente quando existe uma queda do sistema imunológico.

Os casos da candidíase recorrente na genital masculina também cresceu substancialmente nos últimos anos. Um caso que era quase que exclusividade da saúde genital feminina.

O Diagnostico Da Candidíase Peniana

O médico pedirá para que o paciente puxe o prepúcio para fora de modo que possa ver o tecido da glande. Dessa forma podem se evidenciar:

  • escoriações
  • vermelhidão
  • a elasticidade da pele
  • outros sinais na pigmentação

Os homens podem ser indicados a irem em um laboratório para passar por um procedimento de peniscopia. Um exame no qual é passado o ácido acético na região genital e apos alguns minutos, a região é examinada com lentes de aumento para verificar fungos que por ventura se manifestem na região.

Apesar desse exame poder acusar falso positivo, é um critério de diagnóstico utilizado para efeitos conclusivos do médico.

Esse exame é comum ainda para verificar outras patologias e DST’s que, caso apareçam, devem ter uma amostragem coletada para biópsia.

 

Sintomas Da Candidíase Feminina

mulher aflita com candidíase genital

Os casos da candidíase na mulher são as infecções mais comuns desses fungos no corpo humano. As modificações hormonais da idade reprodutiva são a principal causa das alterações químicas que levam suas colonias a crescerem.

Pelo mesmo motivo, a candidíase vaginal é a infecção desses microrganismos mais estudada e retratada na medicina

Vejamos alguns sintomas vaginais da candidíase:

  • Corrimento branco ou amarelado
  • Acumulo anormal de esmegma vaginal
  • Coceira e irritação
  • Menstruação irregular
  • Cistite
  • Vermelhidão e inchaço na vulva
  • Dor e queimação ao urinar ou durante ato sexual

É importante notar que esse tipo de infecção genital tem sinais que podem ser confusos. Principalmente sobre o corrimento da candidíase, que é um sintoma típico mas com modificação de coloração, fluxo e períodos em que ocorre.

Outro assunto é sobre falsos positivos que podem surgir acompanhando a coceira vaginal, que pode envolver diversos microrganismos diferentes.

O Diagnostico De Candidíase Vaginal

O médico rotineiramente realiza o exame pélvico, observa as paredes da vagina e também no entorno dela buscando sinais de acúmulos do fungo. Caso surjam, essas células são coletadas para exame em laboratório.

A coleta do fluido do colo do útero da mulher também é um método eficaz. Sendo também um procedimento mais simples para diagnosticar outras DST’s como da tricomoníase e demais problemas com sintomas semelhantes ao da candidíase.

Normalmente a coleta é feita com um cotonete para realizar um exame de cultura(posta em solução que permite o crescimento do fungo). Dessa forma, com ajuda de microscópio, o médico pode ter a certeza sobre o real agente causador dos sintomas de vaginite ou da vulvovaginite.

 

Os Sintomas Da Candidíase Mamária

mulher examinando o seio

O que é conhecido como candidíase mamária não tem sustentações cientificas. Ainda assim, milhares de médicos no mundo diagnosticam as mulheres com ‘candidíase mamária’ ou ‘candidíase mamilar’ em seus consultórios.

Os principais sintomas apontados como de candidíase mamária são:

  • Dor aguda nos mamilos
  • Sensibilidade nos mamilos, mesmo ao toque da roupa
  • Formigamento ou coceira nas mamas
  • Rachaduras nos mamilos
  • Diminuição de leite nas lactantes

Um estudo investigativo seguindo as recomendações da biblioteca de medicina dos EUA, realizou testes com lactantes apresentando as dores da amamentação e diagnosticadas com a candidíase mamária.

Ao final, o que se constatou foi que a participação da Candida nesses casos foi ínfima quando ocorreram. Enquanto que na verdade, foram os estafilococos e estreptococos os agentes responsáveis por esses casos.

Portanto, os sintomas da candidíase mamária ou esse próprio termo devem ser evitados. Essas condições devem ser referidas como casos de mastite-subaguda, que não são problemas fúngicos e sim bacterianos.

Em todo o caso, é imprescindível que a candidíase na gravidez seja acompanhada por um obstetra. Pois os verdadeiros riscos de contágio para o bebe se dão através do parto normal.

 

A Importância Do Diagnostico Da Candidíase

medico explicando o diagnóstico para paciente

Depois de vermos tantos sintomas da candidíase, podemos imaginar o quão complicado pode ser para o profissional de saúde concluir o diagnóstico.

Pois a monilíase se manifesta de muitas formas em locais diferentes do corpo, se confundindo facilmente com outras infecções, principalmente as bacterianas.

Nesse caso, errar o diagnóstico sobre o agente causador significa errar no tratamento. Isso pode ser grave, principalmente para pessoas com doenças autoimunes.

Cuidar de fungos como fossem bactérias pode agravar a infecção, uma vez que as bactérias são rivais e responsáveis pelo controle natural dos fungos.

Dessa forma, a Candida pode passar para a corrente sanguínea e afetar ainda:

  • Olhos
  • Pulmões
  • Rins
  • Válvulas do coração
  • Fígado
  • Membrana cerebral

Como você deve imaginar, esses são casos hospitalares de candidemias graves. Esses riscos de candidíase invasiva acontecem quando o fungo se espalha para outros órgãos e tem altos índices de mortalidade.

Portanto, o diagnostico médico pode se estender à compreensão dos reais motivadores da infecção no organismo. Pois certas manifestações do fungo são típicas de outros problemas graves de saúde.

Para isso, o médico necessita de um procedimento técnico todo baseado em exames, tecnologias e histórico médico do paciente.

“Certos casos podem envolver uma investigação mais profunda das condições de saúde do paciente. Tudo dependendo do grau de infecção e evolução do quadro que são apresentados no próprio consultório.”

Médicos mais experientes muitas vezes não recorrem a exames de laboratório para estudarem seus pacientes. Em ocasiões simples não são necessários, no entanto, suspeitas do paciente também devem participar do exame médico.

No geral, a candidíase é considerada simples e pode até mesmo ser antecipada diante de alguns sinais do corpo como já mostrados aqui. Mas talvez um teste caseiro possa ser decisório para você agir com antecedência.

 

Como Reconhecer Os Fungos Da Candida Com Um Teste Caseiro?

Existe um teste caseiro para candidíase muito simples e útil para auxiliar você a comprovar a ação dos fungos agindo ocultos pelo corpo. Ele serve como mais um indicador, principalmente quando não existem muitos recursos para isso.

Ele é conhecido como o teste do cuspe.

“Isso mesmo, um curioso experimento que é feito com a saliva. Mas deve ser considerado apenas como auxiliar, nunca o entenda como um exame comprobatório para candidíase!”

Devo alertar que esse teste não é aprovado pela maioria dos médicos pois pode acusar alguns falsos positivos. Mas quando utilizado corretamente pode de fato evidenciar fungos em crescimento no seu corpo.

Não custa nada fazê-lo. Vamos testar?

Teste Da Saliva

Esse teste pode fazer você se decidir a ir em uma consulta médica na ocasião de suspeita ou dúvidas. Ele servirá como uma evidencia da Candida crescendo e tem potencial de um pré diagnóstico.

Vamos fazer o teste então:

  1. Ao levantar-se de manha e antes de escovar os dentes, comer ou beber qualquer coisa, separe um copo d’água em temperatura ambiente.
  2. Acumule e despeje a sua saliva nesse copo de água suavemente sem misturar a água.
  3. Deixe a água parada com sua saliva e retorne de 20 em 20 minutos para observar alguns sinais da Candida.

sintoma da candidíase com o teste do cuspe

A – formação de filamentos (como pernas) descendo do topo da água em direção ao fundo do copo.

B – partículas opacas de saliva ficam suspensas na água.

C – a saliva cai no fundo do copo.

Esse teste é interessante para constatar qual a densidade do muco da saliva, uma vez que ela é ideal para a fermentação e ambiente propício para a Candida viver.

A logica do teste é que, quanto mais rápido surgirem filamentos no topo da água descendo em direção ao fundo do copo, mais consistente é a proliferação da Candida na sua saliva.

Lembre-se que o experimento é cheio de falsos positivos e você deve tomar alguns cuidados antes de fazer o teste, como por exemplo:

  • não ter dormido em quarto com ambiente mofado.
  • não ter ingerido muita água antes de se deitar no dia que fizer o teste.
  • ter precaução de não ter restos de alimentos na boca antes de deitar.

Seguindo esses passos você dará mais credibilidade ao experimento e conhece mais um sinal da candidíase dessa vez se apresentando na sua saliva.

 

Conclusão

Com todos os sinais de crescimento da Candida no corpo somados ao teste da saliva, já existem indícios suficientes para você reconhecer algo de errado e se prevenir, principalmente ao cuidar da sua imunidade.

Mas caso o problema realmente surja, esse é o ponto que deverá fazer você buscar seu médico de confiança. Pois esse é o profissional correto para examinas todos esses sintomas gerais e específicos de candidíase apresentados por aqui.

Saiba que a candidíase tem cura e inúmeras receitas naturais podem ser o tratamento definitivo para ela. Em nosso site, você pode encontrar até mesmo tratamentos naturais completos para os casos mais complicados causados por esses fungos.

Dito isso, um objetivo desse artigo foi também alertar sobre os riscos do autodiagnóstico e da automedicação. Principalmente caso você seja um paciente de risco com HIV, Câncer e outras doenças autoimunes.

Espero que tenha gostado desse artigo, compartilhe e comente seus testes. Pois muitas outras pessoas suspeitando de candidíase podem se beneficiar dessas informações também.