pessoa com problema de pele com coceira

5 Tratamentos Para Candidíase Cutânea Encontrados Na Natureza

Quando os tratamentos para candidíase cutânea tem participação da natureza, resultam nas melhores das curas. Pois trazem combinações mais favoráveis ao organismo e a reputação de seus remédios não deixam restarem dúvidas.

A candidíase na pele pode ser desconfortável, e apesar dos remédios sintéticos oferecerem boa resposta, não contem nada além de antifúngicos. Então são incapazes de tratar feridas, inflamações, aliviar ou trazer contribuições maiores para a pele em tratamento.

Essa é claramente uma vantagem encontrada em muitos remédios naturais para se curar problemas de pele. Que além de contarem com esses benefícios, contêm antifúngicos comprovadamente eficientes até mesmo contra os fungos mais resistentes da Candida.

Para informar melhor sobre esse assunto é que criamos esse artigo, e até o final dessa leitura, você entenderá o que significa a candidíase cutânea com os melhores tratamentos naturais contra essa infecção tão incomoda.

Boa leitura!

Table Of Contents

tratamento para candidiase

O Que É Candidíase Cutânea

mulher com candidíase na pele

A candidíase cutânea, também conhecida como candidíase de pele, é uma micose causada pelos fungos da família Candida. Uma levedura encontrada naturalmente no corpo e que pode tornar-se patogênica em certas condições.

Esse tipo de monilíase significa que a cútis, o tecido da pele, está com acumulo das hifas ou pseudo-hifas do fungo. Problema que ocorre geralmente quando a imunidade celular está baixa e ocorreu o crescimento descontrolado desse microrganismo.

A Candida albicans é a causadora mais comum dessa infecção, que pode ser tanto cutâneo ou mucocutâneo, ou seja, inflamando a pele e outras regiões mucosas do corpo.

A regiões mais comuns de surgirem essas micoses dermatológicas são nas áreas intertriginosas do corpo. Por isso a candidíase cutânea também é comum no intertrigo, que compromete a integridade epidérmica.

As áreas intertriginosas são qualquer região da pele aonde têm dobras e ocorre fricção de pele, como nas axilas, nádegas, virilha, seios e dobras do corpo. No entanto, esse tipo de candidíase pode afetar qualquer outra região cutânea e se espalhar.

Por isso a candidíase na pele é considerada contagiosa também e requer alguns cuidados para os tratamentos que veremos mais a diante.

O Que Causa A Candidíase Cutânea

Os fungos da Candida habitam nosso corpo e tem papel primordial na nossa saúde. Eles fazem limpeza de restos de pele, auxiliam na digestão e defendem nosso corpo de outros microrganismos e toxinas que seriam venenosas à nós.

Quando analisamos como a candidíase age no organismo, percebemos que essa infecção só ocorre quando nossa saúde imunológica está comprometida. Isso faz suas colonias crescerem sem controle e evoluírem por mutação.

O problema surge das hifas mais agressivas do fungo penetrando a superfície da pele.

As principais causas para isso acontecer na região epitelial é:

  • Excesso de açúcar no sangue
  • Uso em demasiado de antibióticos
  • Consumir corticosteroides de uso tópico
  • Má nutrição ou excesso de alimentos processados

Problemas adjacentes de saúde são causas comuns dessa micose, que pode surgir também de tratamentos incorretos. No entanto, como regra geral, a candidíase só ocorre em pessoas com o sistema imunológico enfraquecido.

Por isso, existem grupos de risco que são mais comumente afetado pela infecção.

Algumas condições de saúde são grandes motivadoras como:

  • Diabetes mellitus
  • Obesidade
  • Gravidez
  • Doenças imunossupressoras
  • Tratamento de quimioterapia
  • Pessoas com HIV e AIDS
  • Bebês de colo com até 6 meses de vida
  • Problemas na glândula tireoide
  • Idosos com problemas de higiene
  • Pessoas com psoríase e dermatites

Os fungos geralmente tomam conta de regiões mais quentes e úmidas do corpo. Algo que ocorre frequentemente com obesos e pessoas com alta transpiração mantendo regiões da pele abafadas.

A infecção também surge frequentemente em bebês nascidos da candidíase na gestação por parto normal. Em idosos ela é comum quando existem problemas com a hidratação da pele.

O tratamento adequado da candidíase cutânea envolve também cuidar desses que podem ser os motivadores de toda a infecção.

Quais Os Sintomas Da Candidíase Na Pele

pessoa com sinal de micose na pele

Quando as pessoas são acometidas pela infecção cutânea, apresentam sinais de eritema, que é a vermelhidão da pele. Essa é a característica mais marcante da inflamação e possibilita surgirem lesões.

A sensação física da candidíase cutânea é flagrada pelo seu desconforto. Pois ela poder aumentar a sensibilidade da região ao toque e ser dolorida em áreas do corpo que ficam sob as roupas.

Mas é importante notar que qualquer sintoma de candidíase pode surgir. Pois como o problema pode ser mais profundo no organismo infectado, até mesmo efeitos psicológicos e intestinais podem ser um reflexo da monilíase.

No entanto, os sintomas mais comuns da candidíase afetando a pele são:

  • esfoliação ou descamação da cútis
  • manchas vermelhas ou roxas
  • secura da pele e rachaduras
  • macerações ou flacidez do tecido
  • aparição de pele branca
  • espinhas com pus
  • erupções de pele
  • coceira e sensibilidade alterada

Esses sintomas são mais frequentes em áreas intertriginosas como já explicado. Portando, podem surgir entre os dedos, dobras abdominais, região inframamária e até na região do corte das roupas como na gola do pescoço.

A candidíase cutânea em homens também pode aparecer no saco escrotal e em pessoas de idade é comum nas dobras de pele enrugada. Enquanto nos bebês, a região perineal aonde fica o elástico das fraudas é mais comum.

O diagnóstico é muito importante de ser examinado por um médico. Até mesmo para um tratamento natural da candidíase cutânea é necessário passar por esse procedimento profissional.

Nesse caso, a avaliação dos níveis do hidróxido de potássio resulta em um diagnóstico mais barato e simples. Mas a cultura do tecido de pele morta ou a biópsia pode ter maior valor comprobatório para a candidíase de pele.

Como Tratar A Candidíase Na Pele Naturalmente

A candidíase é um problema que pode ser mais dificultoso para algumas pessoas com sensibilidade a fungos. E por razões de natureza microbiana, algumas vezes ela é apenas um sinal de desequilíbrio do nosso microbioma.

Esse é um problema típico dos que enfrentam uma candidíase que se repete ao longo do tempo.

A forma mais comum de cuidar dessa micose é por medicamentos tópicos. Mas quando o problema é mais profundo no organismo, os médicos buscam solução nos antifúngicos de via oral.

Conforme diretrizes médicas, os cremes e pomadas mais recomendados da indústria são o clotrimazol, miconazol e nistatina. Enquanto o comprimido oral mais utilizado para os outros casos é o fluconazol.

Todos eles se mostram eficazes, mas não significam uma cura definitiva para todas as pessoas. E certas vezes, são os primeiros medicamentos responsáveis por imunizarem os fungos, tornando a infecção sempre recorrente.

Mas por outro lado, fazer tratamentos naturais contra a candidíase pode ser o que o corpo mais precisa. E existe uma infinidade de tratamentos naturais capazes de fazer o organismo abstrair esses fungos com grande eficiência.

Na maioria das vezes, eles se tornam o tratamento mais eficiente e derradeiro para muitas pessoas. Sem contar que são mais baratos, fáceis de usar e tem combinação perfeita com o organismo, por isso tem efeitos colaterais mínimos.

Caso você enfrente esse problema e vem buscando uma alternativa natural comprovada. Aqui estão os melhores tratamentos para candidíase cutânea da natureza que valem realmente a sua atenção.

Pasta de Alho

óleo de alho e dentes do alho na mesa

Quando é utilizado o alho no tratamento da candidíase, a barreira de proteção do fungo é simplesmente desmontada. E a atividade da alicina, garlicina e ajoene presentes no alho são famosas por tratar infecções cronicas e agudas de pele.

Essas conclusões foram vistas nos 5 compostos combativos a fungos contidos no alho. Eles podem fazer regredir as colonias da Candida de forma comparável a cremes e pomadas de primeira linha da própria indústria.

O balsamo caseiro de alho é uma solução com cheiro forte, mas é bem eficaz contra inúmeras micoses de pele.

Outra opção é triturar 1 dente de alho e misturar a meia xícara de mel, bastando aplicá-lo sob a pele 3 vezes por dia durante 10 dias.

Em todos os casos, consumir essa especiaria natural na alimentação é recomendado para qualquer um dos tratamentos contra a candidíase. Pois o alho tem efeito deletério sobre o biofilme que protege as colonias do fungo.

O alho é um ingrediente da natureza que potencializa a combatividade do organismo para o uso de outros medicamentos também. Isso o torna um verdadeiro trunfo para vencer qualquer infecção com maior sucesso.

Óleo de Côco

oleo do coco usado para a pele

O coco é conhecido por conter o acido laurico e caprico que tem efeito antimicrobiano. Seus elementos naturais tem capacidade de romper membrana celular de fungos como o da candidíase e levar eles a morte.

Esse é mais um remédio eficaz e comprovado contra a Candida segundo estudos e casos clínicos. Sendo aconselhado seu consumo de inúmeras formas, incluindo comer a carne e beber sua água.

Outros efeitos conhecidos do coco estão na capacidade de nutrir e hidratar a pele seca e danificada, criando uma camada protetora sob a pele. Algo que combina especialmente bem para pessoas com a candidíase cutânea.

Uma forma simples e fácil de utilizar ele como remédio para a pele são as capsulas do óleo de coco, ou o óleo de coco extra virgem que pode ser aplicado de forma semelhante a outros cremes de venda livre.

Basta passar o óleo sob a pele 3 vezes ao dia por uma média de 2 semanas para ter os efeitos de um tratamento. A pessoa só precisa esfregar o óleo pelas dobras do corpo e regiões infectadas pelo fungo e pronto.

Óleo de Lavanda

óleo de lavanda para a pele

O óleo de lavanda é mais um remédio de grande potencial no tratamento da candidíase de pele. Ele funciona especialmente bem para crianças, já que é mais suave e pode evitar irritações em peles mais sensíveis.

Suas propriedades antifúngicas, a linalila e o linalol, são capazes de eliminar principalmente a Candida albicans.

Segundo estudo, basta utilizar uma concentração a partir de 2% do óleo para obter 100% de morte das cepas do fungo em 15 minutos de contato.

No mercado existe o óleo de lavanda para pele que pode ser encontrado facilmente com essas especificações. E além de ser barato, tem ação antisséptica importante, principalmente para os que sofrem com o intertrigo.

No entanto, ele não é a melhor das opções para mulheres gravidas ou amamentando. Portanto, esse tipo de óleo essencial deve ser evitado na gestação.

Óleo de Orégano

óleo de orégano para a pele

O óleo do orégano é outro remédio natural que segundo estudos, tem propriedade inibitória ao crescimento da Candida albicans. Seus elementos mais importantes no combate à Candida são o carvacrol e o timol.

O timol é um potente antifúngico que, além de fortalecer o sistema imune, pode proteger a pele contra as toxinas do fungo. Sem contar o benefício da beta-cariofilina, que é um anti-inflamatório de potencial analgésico que pode aliviar os sintomas da candidíase na pele.

Ao usar o óleo de orégano para a pele, basta pingar 1 gotas dele para cada colher de chá(5ml) com algum agente carreador. Isso pode ser feito ao combiná-lo com o óleo de coco, azeite de oliva, a babosa que veremos a seguir ou qualquer óleo vegetal antes de aplicar na área afetada.

Essa receita é uma boa opção caso você tenha psoríase, infecção fúngica nas unhas e nos pés também. Com possibilidade de utilizar o orégano no banho de assento para a candidíase mucocutânea nas genitais também.

Porem, ele precisa ser diluído com outros óleos vegetais antes de usar, pois não é bem absorvido naturalmente pela pele. E as gravidas não devem fazer tratamentos com o orégano nos 3 primeiros meses de gestação.

Babosa (Aloe Vera)

gel de babosa para tratar a pele

A Babosa, conhecida também como Aloe Vera é uma planta muito famosa e já estudada contra a candidíase por causa de suas propriedades antimicrobianas. Mas suas possibilidades vão além!

A Aloe Vera tem poder de aumentar a produção de colágeno na pele, é um hidratante natural, cicatrizante, anti-inflamatório, nutre e acalma a pele. E além de aliviar os sintomas mais incômodos das micoses, serve como um ótimo carreador – útil para diluir óleos essenciais e absorvê-los pela pele.

Essa planta é famosa por conter mais de 240 componentes medicamentosos, mas para o nosso caso, ela contem um ativo de proteína chamado 14kDa. Um potente antifúngico e anti-inflamatório capaz de inibir o crescimento dos esporos das leveduras, combatendo assim as cepas mais agressivas da Candida albicans.

A utilização de um gel de Aloe Vera natural é uma ótima opção para ser utilizado puro. Ele pode colocar a pele imediatamente em tratamento e ao mesmo tempo restaurar qualquer lesão e aliviar outros sintomas.

A babosa pode ser consumida de inúmeras outras formas na alimentação e serve contra a candidíase intestinal também. Podendo promover a existência de macrófagos combativos à Candida.

Dicas Para O Tratamento da Pele Na Candidíase

Os tratamentos para candidíase cutânea normalmente curam a infecção sem complicações em uma média de 2 semanas. Mas algumas pessoas podem ter uma cura mais dificultosa e demorada quando são suscetivas a esses fungos.

Algumas medidas preventivas são úteis, já que esse tipo de micose pode ser altamente contagiosa. Isso requer cuidados diante outras pessoas e para que ela não se espalhe para outras regiões do corpo.

Portanto siga algumas dessas dicas de cuidados pessoais:

  • Mantenha a pele arejada em contato com o ar e luz
  • Evite contato físico com os esporos do fungo
  • Seque-se sempre bem para evitar a umidade na pele
  • Caso faça academia, limpe o suor dos aparelhos sempre
  • Não compartilhe pertences pessoais com outras pessoas
  • Higienize sempre bem a roupa intima e de cama
  • Não exponha a pele ao sol quando utilizar medicamentos na pele
  • Evite qualquer contato físico prolongado com outras pessoas

Os pacientes da candidíase cutânea também podem ter outras contribuições encontradas na natureza. E caso você tenha esse tipo de micose com diabetes ou obesidade, existem medidas que são muito recomendadas.

A principal delas é a dieta para candidíase, que além de anular o ciclo da candidíase recorrente, é conhecida por corrige o excesso de açúcar no sangue e emagrece, trazendo melhora na qualidade da pele, cabelos e fortalecimento das unhas também.

pele em tratamento da candidíase

Outra dica importante para quem tem a candidíase mucocutânea, principalmente nas genitais, é o uso de sabonetes íntimos. E muitos deles carregam os benefícios naturais apresentados nas receitas deste artigo.

Gostou dessas informações? Então não deixe de compartilhar e comentar a sua experiencia. Pois espalhar os conhecimentos da natureza trazidas aqui certamente significa auxiliar também na cura de outras pessoas.

tratamento para candidiase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *